O ENSINO DE FILOSOFIA PARA CRIANÇAS

Autores

  • Juliana Tibério Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE

DOI:

https://doi.org/10.48075/ra.v8i2.25586

Palavras-chave:

Filosofia, Crianças, Pensar.

Resumo


O presente artigo tem como tema elucidar a importância do programa de filosofia nos anos iniciais para a formação da criança. A investigação deste tema é conduzida a partir do seguinte problema: por que é necessário o ensino de filosofia nas séries iniciais? O programa de filosofia para crianças é um método elaborado pelo filósofo americano Matthew Lipman, no final da década de 60. O objetivo geral desta pesquisa é mostrar como Lipman transformou a sala de aula tradicional em uma comunidade de investigação através do ensino de filosofia. Em seguida, apresentar sua chegada ao Brasil. A partir disso, buscou-se validar a hipótese de que  o ensino de filosofia para crianças substitui o “aprender a filosofia” para o “aprender a filosofar”, apostando no desenvolvimento da autonomia do sujeito. Desse modo, o processo de aprendizagem é uma descoberta coletiva através de discussões de conceitos e debates substituindo a memorização de conteúdo do ensino tradicional. A metodologia utilizada para produção desse estudo foi à pesquisa bibliográfica. O artigo se justifica, prioritariamente, pela ausência do ensino de filosofia nos anos iniciais, principalmente, nas escolas públicas.  

Downloads

Publicado

19-01-2021

Como Citar

TIBÉRIO, J. O ENSINO DE FILOSOFIA PARA CRIANÇAS. Alamedas, [S. l.], v. 8, n. 2, p. 69–84, 2021. DOI: 10.48075/ra.v8i2.25586. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/alamedas/article/view/25586. Acesso em: 23 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos e Ensaios