VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER NA TRÍPLICE FRONTEIRA AR-BR-PY: APONTAMENTOS NECESSÁRIOS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.48075/ra.v9i1.26857

Palavras-chave:

Tríplice Fronteira, Violência contra a mulher, Redes de Apoio.

Resumo


As problematizações de gênero são parte importante na complexa tarefa de apreensão das realidades sociais, inclusive nas pesquisas de/nos contextos fronteiriços. Neste trabalho apresenta-se a temática da violência contra as mulheres no espaço da Tríplice Fronteira entre Argentina, Brasil e Paraguai, onde se cruzam as respectivas cidades de Puerto Iguazú, Foz do Iguaçu e Ciudad del Este. São expostos alguns dados sobre a incidência deste tipo de violência neste território, bem como são apresentadas de forma breve as principais ferramentas legais e entidades de ação civil e social que realizam o acolhimento e apoio dessas mulheres. Infelizmente a violência de gênero não conhece limites nacionais e as reflexões apresentadas também convidam a pensarmos enquanto pesquisadoras e pesquisadores, gestores públicos, e sociedade de forma geral, em iniciativas que busquem ampliar a proteção a essas mulheres e diminuição dos inúmeros tipos de violências também nos porosos espaços de fronteira.

Biografia do Autor

Maria Aparecida Webber, Universidade Estadual do Oeste do Paraná Universidade Federal da Integração Latino Americana

Doutoranda no Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Sociedade, Cultura e Fronteiras, da Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE. Mestra em Antropologia pela Universidade Federal do Paraná - UFPR. Atua como servidora da Universidade Federal da Integração Latino-Americana - UNILA. É membra do Comitê Executivo pela Equidade de Gênero e Diversidade da UNILA (CEEGED) e participa do Laboratório de Pesquisa em Fronteiras, Estado e Relações Sociais - LAFRONT.

Downloads

Publicado

18-02-2021

Como Citar

WEBBER, M. A. VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER NA TRÍPLICE FRONTEIRA AR-BR-PY: APONTAMENTOS NECESSÁRIOS. Alamedas, [S. l.], v. 9, n. 1, p. 48–63, 2021. DOI: 10.48075/ra.v9i1.26857. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/alamedas/article/view/26857. Acesso em: 23 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos e Ensaios