TRAJETÓRIA DOCENTE: VIVÊNCIAS DE UMA PROFESSORA DA INFÂNCIA NA FRONTEIRA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.48075/ra.v9i1.26876

Palavras-chave:

Vivências, Professora da Infância, Fronteira.

Resumo


Objetivamos compreender as vivências de uma professora da infância, de Pedro Juan Caballero (PY), acerca da profissão docente, entre 1970 e 1980. A metodologia respaldou-se na história oral, usando a entrevista como instrumento de registros das narrativas de experiências de indivíduos, apresentando contribuições teóricas que se configuram como uma das ferramentas que auxiliam na compreensão do processo de desenvolvimento da sociedade. A fundamentação teórica alicerçou-se em Elias (1994), Meihy (1994,2006), Portelli (1997), Sarat (2004, 2015), Sarat e Santos (2010) Tanuri (2000), entre outros. Refletimos acerca das vivências da professora, ampliando nossos saberes sobre a história da formação e do trabalho docente de profissionais da educação naquele período, voltando-nos para a entrevistada que narra sobre o “constituir-se docente”, “a escolha da profissão” e sobre as “vivências mais significativas com as crianças”, na constituição da história da educação da fronteira. São reflexões iniciais de um Projeto de Pesquisa, que investiga a história da infância na fronteira do Brasil com o Paraguai; as trajetórias de formação de professores/as e as práticas pedagógicas que envolvem o cotidiano da infância na fronteira. A história da formação docente no Brasil e no Paraguai e a trajetória destes/as profissionais que mostram diferentes temáticas em diferentes contextos.

Biografia do Autor

Luciene Cléa Silva, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS

Doutora em Educação pela Universidade Federal da Grande Dourados - UFGD, Mestre em Educação pela Universidade Católica Dom Bosco - UCDB, graduada em Letras e Pedagogia, docente do curso de Pedagogia do Campus de Ponta Porã, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS.

Leandro Baller, Universidade federal da Grande Dourados - UFGD

Faculdade de Ciências Humanas - FCH, da Universidade Federal da Grande Dourados- UFGD

Downloads

Publicado

18-02-2021

Como Citar

SILVA, L. C.; BALLER, L. TRAJETÓRIA DOCENTE: VIVÊNCIAS DE UMA PROFESSORA DA INFÂNCIA NA FRONTEIRA. Alamedas, [S. l.], v. 9, n. 1, p. 196–214, 2021. DOI: 10.48075/ra.v9i1.26876. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/alamedas/article/view/26876. Acesso em: 23 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos e Ensaios