A concepção de mundo científico e a organização perceptiva

Autores

  • Fernando Alves Grumicker

DOI:

https://doi.org/10.48075/rd.v7i2.28487

Resumo


O presente escrito visa antes uma conceitualização da concepção de mundo científico na obra A Estrutura das Revoluções Científicas (1962) de Thomas S. Kuhn (1922-1996) e, ao mesmo tempo, pretende seguir a discussão que gira em torno da epistemologia e da filosofia da ciência. O mundo científico dita o modo de proceder de uma comunidade de cientistas, suas práticas, metodologias e linguagem, do mesmo modo como dita as generalizações simbólicas no campo da linguagem e dita, enfim, a percepção de mundo de uma comunidade científica no interior de um paradigma. O presente escrito visa não apenas definir a concepção de mundo científico, como também, apontar as suas características no campo da filosofia da ciência, recorrendo à bibliografia do autor e a seus críticos. Assim, o papel pretende ser duplo, de um lado apontando as caracterizações da concepção mundo científico e, por outro lado, demonstrando a necessidade do paradigma para uma concepção de mundo.

Biografia do Autor

Fernando Alves Grumicker

Discente do Curso de Filosofia pela Universidade Estadual Do Oeste Do Paraná (UNIOESTE), e bolsista através do Programa de Educação Tutorial (PET) de Filosofia.

Downloads

Publicado

25-11-2021

Como Citar

ALVES GRUMICKER, F. A concepção de mundo científico e a organização perceptiva. Revista DIAPHONÍA, [S. l.], v. 7, n. 2, p. 153–164, 2021. DOI: 10.48075/rd.v7i2.28487. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/diaphonia/article/view/28487. Acesso em: 22 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos