O Dilema da Estação Ferroviária de Paranaguá-PR: um Debate sobre o Abandono, Preservação e Usos dos Patrimônios Culturais Ferroviários

Autores

  • Willian Ricardo Castro

Palavras-chave:

Ferrovia, Estação de Paranaguá, Patrimônio Cultural

Resumo


A história da ferrovia no Brasil deixou um legado de muitos patrimônios culturais e a sua preservação e usos passam por momentos decisivos tanto na esfera pública como na privada. A linha Paranaguá-Curitiba é um dos trechos da ferrovia brasileira que possuem uma quantidade significativa de patrimônios e que estão em diferentes contrastes de preservação. Dessa forma, torna-se importante analisar o resultado desses contrastes que estão ligados a diferentes instituições responsáveis pelo patrimônio ferroviário. Nos últimos anos, os bens culturais ferroviários caíram no “esquecimento” do poder público e privado que formam uma espécie de “trama de poderes”, utilizando-a como suporte para suas justificativas. A estação de Paranaguá, símbolo da história da cidade e presente na memória de muitos habitantes, é um exemplo desse processo, abandonada a quase uma década, sofreu danos materiais irreversíveis, resultantes da ausência de políticas públicas e descompassos entre as esferas de poder.

Downloads

Publicado

15-03-2018

Como Citar

CASTRO, W. R. O Dilema da Estação Ferroviária de Paranaguá-PR: um Debate sobre o Abandono, Preservação e Usos dos Patrimônios Culturais Ferroviários. Perspectiva Geográfica, [S. l.], v. 12, n. 17, p. 153–163, 2018. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/pgeografica/article/view/19068. Acesso em: 19 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos