O Papel do Professor de Geografia na Sociedade Contemporânea

Autores

  • Najla Mehanna Mormul

Palavras-chave:

Profissão professor, Geografia, Sociedade, Educação escolar.

Resumo


O presente trabalho é fruto de reflexões realizadas sobre a formação de professores de Geografia da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, campus de Francisco Beltrão. As discussões aqui apresentadas dialogam com demandas presentes em outros cursos de licenciatura em Geografia, a exemplo do curso de Marechal Cândido Rondon (MCR) da mesma instituição. Nesse sentido, esse trabalho expressa os anseios de uma professora formadora de professores(as) que, ao proferir a fala de abertura da XX Expedição Geográfica, evento organizado pelos acadêmicos do curso de Geografia da Unioeste, campus de MCR, buscou abordar questões que afetam direta e/ou indiretamente o ser professor de Geografia na atualidade. Para tanto, explicitou-se algumas ideias a fim de fortalecer a reflexão acerca dessa profissão. Longe de procurar respostas, pretende-se, sobretudo, estimular o pensar sobre a formação, sobre ser professor de Geografia. Por mais adversas que sejam as condições de trabalho do professor, não podemos perder o real sentido da profissão e a importância que ela carrega em si, que pode ser compreendida, inclusive, por meio da contradição, ou seja, quanto mais se nega e se torna precária a profissão professor, mais ela [profissão professor] reacende como de suma importância para a formação humana e, consequentemente, à construção de um mundo melhor.

Downloads

Publicado

09-06-2018

Como Citar

MORMUL, N. M. O Papel do Professor de Geografia na Sociedade Contemporânea. Perspectiva Geográfica, [S. l.], v. 13, n. 18, p. 32–41, 2018. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/pgeografica/article/view/19667. Acesso em: 30 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos