ASPECTOS DA CULTURA POPULAR E DA COSMOVISÃO CARNAVALESCA NA RAPSÓDIA DE MÁRIO DE ANDRADE

Autores

  • Maria do Socorro Souza Silva UERN - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte
  • Roniê Rodrigues da Silva Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

DOI:

https://doi.org/10.48075/rlhm.v13i22.17866

Palavras-chave:

PALAVRAS-CHAVE, Macunaíma. carnavalização. cultura popular. grotesco. cômico.

Resumo


RESUMO: Segundo Mikhail Bakhtin em sua obra A cultura Popular na Idade Média e no Renascimento: O contexto de François Rabelais é possível conceber o cosmo e as relações dos sujeitos que nele estão inseridos sob a óptica do carnaval. O estudioso denomina essa perspectiva de Cosmovisão Carnavalesca, a qual propõe que existe relação entre a forma de organização do carnaval com outras ações e vivências das pessoas. Isso levou-nos a seguinte inquietação: Seria possível perceber na literatura brasileira traços da carnavalização proposta pelo teórico? Diante disso, o presente trabalho trata-se de um artigo que tem por objetivo estudar essa vertente na obra literária Macunaíma, o herói sem nenhum caráter de Mário de Andrade, escrita em 1928 durante o Modernismo brasileiro. Propusemos ler o texto literário tendo como norte os preceitos da carnavalização. Este estudo torna-se pertinente porque parte de uma obra de grande relevância para o Modernismo no Brasil e por possibilitar reflexões acerca do que propõe a cosmovisão carnavalesca que consiste numa teoria que dá suporte à diversas áreas do conhecimento. Desse modo discutimos acerca de quatro aspectos da teoria bakhtiniana: a quebra de hierarquias, o grotesco, o cômico e as festividades.  

 

PALAVRAS-CHAVE: Macunaíma. carnavalização.  cultura popular. grotesco. cômico. 

Biografia do Autor

Maria do Socorro Souza Silva, UERN - Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Graduada em Letras pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, atualmente cursa mestrado em letras

Roniê Rodrigues da Silva, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Professor doutor do Programa de Pós-graduação em Letras e do Departamento de Letras Vernáculas da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte.   

 

Downloads

Publicado

31-12-2017

Como Citar

SOUZA SILVA, M. do S.; DA SILVA, R. R. ASPECTOS DA CULTURA POPULAR E DA COSMOVISÃO CARNAVALESCA NA RAPSÓDIA DE MÁRIO DE ANDRADE. Revista de Literatura, História e Memória, [S. l.], v. 13, n. 22, p. 121–138, 2017. DOI: 10.48075/rlhm.v13i22.17866. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/rlhm/article/view/17866. Acesso em: 27 maio. 2022.

Edição

Seção

DOSSIÊ LITERATURA KITSCH E CULTURA POPULAR