HISTÓRIA E MEMÓRIA EM LIMA BARRETO: RAÍZES DA SOCIEDADE BRASILEIRA EM CLARA DOS ANJOS

Autores

  • José Lindomar da Silva

DOI:

https://doi.org/10.48075/rlhm.v17i29.26082

Resumo


RESUMO: Este ensaio é o resultado de uma análise do romance Clara dos anjos, de Lima Barreto. A proposta consiste em retratar as raízes da sociedade brasileira entre o final do século XIX e início do século XX, resgatadas pela memória e história literária do referido escritor. O trabalho mostra as contradições pós-abolição da escravidão na Primeira República, destacando o abandono do negro em uma sociedade que principiava a modernizar-se importando receitas da Europa. O resultado é visto com nitidez na Capital da República, um Rio de Janeiro cosmético que enfeita o centro enquanto a população suburbana sofre as mazelas do esquecimento político-econômico. Nesse contexto é que a família dos Anjos, especialmente Clara, sendo mulher, negra e pobre sofre as asperezas da sua condição, numa sociedade preconceituosa, exploradora e autoritária.PALAVRAS-CHAVE: Lima Barreto. Literatura e sociedade. História e memória.

Biografia do Autor

José Lindomar da Silva

Mestre em Letras pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). Professor da Educação Básica do Estado do Rio Grande do Norte (SEEC/RN).

Downloads

Publicado

02-07-2021

Como Citar

DA SILVA, J. L. HISTÓRIA E MEMÓRIA EM LIMA BARRETO: RAÍZES DA SOCIEDADE BRASILEIRA EM CLARA DOS ANJOS. Revista de Literatura, História e Memória, [S. l.], v. 17, n. 29, p. 78–96, 2021. DOI: 10.48075/rlhm.v17i29.26082. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/rlhm/article/view/26082. Acesso em: 28 nov. 2021.

Edição

Seção

PESQUISA EM LETRAS NO CONTEXTO LATINO-AMERICANO E LITERATURA, ENSINO E CULTURA