O LÉXICO E O PRINCÍPIO DA DIVERSIDADE LINGUÍSTICA

Autores

  • Zilda Dourado Pinheiro
  • Silval Sousa Filho
  • Elza Couto

DOI:

https://doi.org/10.48075/rt.v12i27.14318

Palavras-chave:

Léxico, Diversidade linguística, Ecolinguística

Resumo


A partir do princípio da diversidade linguística, objetivamos discutir a existência de um continuum entre léxico e gramática. Para fundamentar o trabalho, mobilizamos alguns estudos de lexicologia, em diálogo com os estudos da ecolinguística que estuda as inter-relações entre língua, povo e território numa perspectiva ecológica da linguagem. A pesquisa é caráter bibliográfico e exploratório, sendo, portanto, mais teórica. Como resultado da reflexão, propomos que, por uma ótica ecológica, é possível defender o léxico como a centralidade da linguagem, como um sistema dinâmico de onde é possível reconhecer a diversidade linguística associada à capacidade de adaptação e evolução da língua em favor da sua sobrevivência na interação linguística dos falantes. Palavras-chave: Léxico, Diversidade linguística, Ecolinguística  

Downloads

Publicado

11-10-2016

Como Citar

PINHEIRO, Z. D.; SOUSA FILHO, S.; COUTO, E. O LÉXICO E O PRINCÍPIO DA DIVERSIDADE LINGUÍSTICA. Trama, [S. l.], v. 12, n. 27, p. 162–177, 2016. DOI: 10.48075/rt.v12i27.14318. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/trama/article/view/14318. Acesso em: 28 out. 2021.

Edição

Seção

Temas Livre