PRINCÍPIOS DO PRAZER E DA REALIDADE NO TRICKSTER MACUNAÍMA

Autores

  • Renato Amado Barreto

DOI:

https://doi.org/10.48075/rt.v12i27.14435

Palavras-chave:

Trickster, Princípio do prazer, Macunaíma

Resumo


Neste estudo pretendemos demonstrar como os princípios do prazer e da realidade, cunhados por Freud, se aplicam a Macunaíma, o clássico personagem de Mário de Andrade. Veremos que Macunaíma é um trickster de ciclo incompleto. Os tricksters seguem ciclos, nos quais eles migram do princípio do prazer para o princípio da realidade. Macunaíma, contudo, não completou seu ciclo e, por isso, foi derrotado no embate com Vei, a Sol, e não conseguiu se adaptar ao mundo, retirando-se para o cosmo.

Downloads

Publicado

11-10-2016

Como Citar

AMADO BARRETO, R. PRINCÍPIOS DO PRAZER E DA REALIDADE NO TRICKSTER MACUNAÍMA. Trama, [S. l.], v. 12, n. 27, p. 202–226, 2016. DOI: 10.48075/rt.v12i27.14435. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/trama/article/view/14435. Acesso em: 3 dez. 2021.

Edição

Seção

Temas Livre