CONCEPÇÃO SOCIOINTERACIONISTA DE LINGUAGEM: percurso histórico e contribuições para um novo olhar sobre o texto

Autores

  • Sueli Gedoz
  • Terezinha da Conceição Costa-hubes

DOI:

https://doi.org/10.48075/rt.v8i16.6953

Palavras-chave:

conceptions of language, social interactionist, speech genre.

Resumo


Recorrendo a Bakhtin (2000, 2004), Saussure (1995), Travaglia (2001) e Costa-Hübes (2008), entre outros autores, elaboramos o presente texto retomando, inicialmente, as diferentes concepções de linguagem que perpassam o trabalho com a língua portuguesa. Essa retomada objetiva reafirmar a importância de um trabalho prático com a concepção sociointeracionista, a qual considera os usos da língua(gem) como práticas sociais. Após discutir seus fundamentos teóricos, apresentamos algumas reflexões sobre um texto do gênero discursivo artigo de opinião, analisando-o sob o viés do método sociológico proposto por Bakhtin (2004), que considera o conteúdo temático, a construção composicional e o estilo como elementos organizadores dos gêneros. Utilizamos, para isso, o texto “Separação: drama de todos”, de Lya Luft.

Downloads

Publicado

21-08-2012

Como Citar

GEDOZ, S.; COSTA-HUBES, T. da C. CONCEPÇÃO SOCIOINTERACIONISTA DE LINGUAGEM: percurso histórico e contribuições para um novo olhar sobre o texto. Trama, [S. l.], v. 8, n. 16, p. 139–152, 2012. DOI: 10.48075/rt.v8i16.6953. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/trama/article/view/6953. Acesso em: 3 dez. 2021.

Edição

Seção

ARTIGO