A (RE)ELITIZAÇÃO DO FUTEBOL MODERNO: ESPETACULARIZAÇÃO DO ESPORTE MAIS POPULAR DO BRASIL COMO UM NEGÓCIO

Nathallie Matos Ferrari

Resumo


Nos últimos anos é possível observar um avanço significativo de proibições e restrições nos estádios de futebol que afetam diretamente na forma de torcer. Muitos torcedores são contra o futebol moderno executados pelas grandes empresas e corporações esportivas, que visam vendas e o lucro cada vez mais altos. O objetivo ao desenvolver esse artigo preocupa-se em entender como um esporte com características populares modernizou-se e vem os excluindo de forma que estabeleceu-se restrições e proibições no decorrer dos anos aos torcedores como a característica primeira de empurrar seus respectivos times e tornar as arquibancadas dos estádios de futebol uma verdadeira festa, padronizando a forma de torcer e tornando aos poucos esse esporte para a elite que visa a espetacularização do mesmo.

Palavras-chave


Futebol; (re)Elitização; Sociologia do Esporte.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2019 Alamedas

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Revista Alamedas - Revista Eletrônica de Filosofia


e-ISSN 1981-0253

Unioeste

Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Campus de Toledo

Rua da Faculdade, 645 - Jardim La Salle

CEP: 85903-000 – Toledo-Paraná-Brasil

Fone: (45) 3379-7071

| revistaalamedas@gmail.com |