Formas de governança: relação entre indústrias e suinocultores em Mato Grosso do Sul

Daniela Teixeira Dias, Mayra Batista Bitencourt Fagundes, Silvia Morales de Queiroz Caleman

Resumo


O objetivo geral deste artigo consistiu em caracterizar as formas de governança da relação entre indústrias e suinocultores de Mato Grosso do Sul. Logo, foi utilizada a abordagem qualitativa de pesquisa, a partir de dados secundários e do método de abordagem rápida, advinda da aplicação de entrevistas face a face, sobre os gestores responsáveis pela relação com suinocultores, de duas indústrias, que apresentam mais de 90% da capacidade total de abate de suínos no Estado. Os resultados demonstraram a presença de formas plurais de governança, representadas pelas estruturas híbrida e hierárquica.  A presença dessas formas plurais pode ser justificada, em partes, pela insuficiência da quantidade de leitões (ambiguidade) com determinado nível de especificidade e qualidade

Palavras-chave


Nova Economia Institucional; Formas plurais; Agronegócio

Texto completo:

PDF


INFORME GEPEC


e-ISSN: 1679-415X — ISSN: 1676-0670 (descontinuado em 2010)

Unioeste
Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Campus de Toledo
Informe Gepec- PGDRA
Rua da Faculdade, 645
Jardim La Salle - Toledo - Paraná
85903-000

[
revista.gepec@gmail.com ]