Uma avaliação feita por licenciandos sobre atividades investigativa-exploratórias de matemática financeira

Rafael Filipe Novôa Vaz, Marco Aurélio Kistemann Junior

Resumo

Resumo: O presente artigo objetiva apresentar as ações e produções de licenciandos em Matemática, numa avaliação com atividades investigativo-exploratórias envolvendo conteúdos e temáticas da Matemática Financeira. A fundamentação teórica foi realizada em Kistemann Jr. no tocante à Educação Financeira e Ensino de Matemática Financeira, Skovsmose na temática da Educação Matemática Crítica e Cenários para Investigação e Zigmunt Bauman que problematiza a sociedade de consumo líquido-moderna. Como principal resultado da prática realizada destacamos a participação dos estudantes e as reflexões efetuadas nas situações envolvendo temas cotidianos da realidade econômica que os cerca e que, em geral passa desapercebido dos indivíduos-consumidores

Palavras-chave: Educação Financeira; Matemática Financeira; Cenários para Investigação.



An assessment by graduates on investigative-exploratory activities of financial mathematics

Abstract: This article aims to present the actions and student’s productions in mathematics, an assessment with investigative activities-involving content and thematic exploration of financial mathematics. The theoretical foundation was held in Kistemann Jr. regarding financial education and teaching financial mathematics, Mathematical Education in Skovsmose and scenarios for investigation and Zigmunt Bauman that discusses society of consumption liquid-modern. As a main result of practice held the participation of students and the reflections made in situations involving everyday themes of economic reality around them and that generally passes unnoticed of individuals-consumers.

Keywords: Financial Education; Financial Mathematics; Scenarios for Investigation.

Palavras-chave

Educação Financeira; Matemática Financeira; Cenários para Investigação

Texto completo:

PDF

Referências

ALMEIDA, R. M. O movimento das pesquisas em educação matemática financeira escolar de 1999 a 2015. 2015. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação Matemática) – Instituto de Ciências Exatas, Universidade Federaal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, 2015.

ALRO, H; SKOVSMOSE, O. Diálogo e aprendizagem em educação matemática. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

BARBOSA, J. C. Modelagem na Educação Matemática: contribuições para o debate teórico. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 24, 2001, Caxambu. Anais... Caxambu, 2001. p. 1-15.

BAUMAN, Z. A riqueza de poucos beneficia a todos nós? 1. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2015.

D'AMBROSIO, Ubiratan. Educação para uma sociedade em transição. 3.ed. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2016

KISTEMANN JR., M. A. Por uma educaçâo matemática para além do capital e com justiça social. In: LESTÓN, P. (org.). Acta Latinoamericana de Matemática Educativa. 5. ed. México, DF: Comité Latinoamericano de Matemática Educativa, 2014. p. 145-152.

KISTEMANN JR., M. A.; CAMPOS, R. Sobre a produçâo de significados e a tomada de decisâo de indivíduos-consumidores. In: FLORES, R. (org.). Acta Latinoamericana de Matemática Educativa. Edição. México, DF: Comité Latinoamericano de Matemática Educativa, 2014a. p. 999-1006.

KISTEMANN JR, M. A.; CAMPOS, R. Enquanto isso na Sociedade de Consumo Líquido-Moderna: a produção de significados e a tomada de decisão de indivíduos-consumidores. Boletim de Educação Matemática, Joinvilhe (SC), v. 28, n. 50, p.21-40, outubro. 2014b.

LIMA, C. B.; SÁ, I. P. Matemática financeira no ensino fundamental. Revista Eletrônica TECCEN, Vassouras - RJ, v. 3, n. 1, p. 34-43, abr. 2010.

LOERWALD, D.; STEMMANN, A. Behavioral Finance and Financial Literacy: Educational Implications of Biases in Financial Decision Making. In: Aprea C. et al. (org) International Handbook of Financial Literacy. 1. ed. Singapore: Springer, 2016. p. 25-38.

MUNIZ, Jr, I.; JURKIEWICZ, S. Representações temporais e o valor do dinheiro no tempo: conexões entre a Educação Financeira e o Ensino de Matemática. Boletim Online de Educação Matemática, Santa Catarina. v. 4, n. 7, p. 116-138. 2016.

NASSER, L. (coord.). Matemática Financeira na Escola Básica: uma abordagem prática e visual. 1. ed. Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: IM-UFRJ, 2010.

PONTE, J. P. Problemas e investigaciones en la actividad matemática de los alumnos. In: J. GIMÉNEZ, J.; SANTOS, L.; PONTE, J. P. (org.). La actividad matemática en el aula. 1. ed Barcelona: Graó, 2004. p. 25-34.

SILVA, A. B. B. Mentes consumistas: do consumismo à compulsão por compras. 1. ed. São Paulo: Globo, 2014.

SKOVSMOSE, O. Cenários para investigação. Bolema, Rio Claro, v. 13, n. 14, p. 66-91, agosto, 2000

SKOVSMOSE, O. Educação Matemática Crítica: a questão da democracia. 1 ed. Editora Papirus: Campinas, 2013

SKOVSMOSE, O. Um convite à educação matemática crítica.1 ed. Campinas: Papirus, 2014.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.