PADRÕES DE COMPORTAMENTO POLÍTICO JUVENIL COM NOVAS TECNOLOGIAS DE MÍDIA: O PAPEL DA TV E DA INTERNET NA CONSTRUÇÃO DA CULTURA POLÍTICA NO BRASIL

Marcello Baquero, Jennifer Morais

Resumo


O papel dos jovens nas democracias emergentes, como é o caso do Brasil, passou a ocupar lugar de destaque nos últimos anos. Mobilizações políticas catalisadas por dispositivos de uma natureza distinta parecem estar se solidificando na estruturação de novas identidades coletivas. Um desses mecanismos seria a internet, a qual, via a formação de redes sociais que giram em torno de assuntos estratégicos, estaria agindo como elemento de construção de eficácia juvenil, e que poderia auxiliar na estruturação de uma cultura política participativa e democrática. Sem negar a importância das novas tecnologias de mídia, neste trabalho argumentamos que a constituição de uma nova cultura juvenil é constrangida por fatores de natureza histórico-estrutural que não eliminam práticas políticas tradicionais danosas para o fortalecimento democrático. Para respaldar nosso argumento, recorremos a dados do tipo survey, comparando atitudes e comportamentos políticos entre jovens e adultos. Os resultados mostram que há pouca diferença entre esses dois segmentos, sugerindo que a introdução de novas tecnologias de informação podem não ter o efeito esperado.

Palavras-chave


Brasil; Cultura Política; Juventude; Internet.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Revista Tempo da Ciência



e-ISSN: 1981-4798 — ISSN: 1414-3089

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Campus de Toledo
Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais

Rua da Faculdade, 645 — Jardim La Salle
CEP: 85903-000 — Toledo-Paraná-Brasil

| revistatempodaciencia@yahoo.com.br |