DEMOCRACIA REDISTRIBUTIVA. UTOPIA POSÍVEL?

Maria Ercilia do Nascimento

Resumo


O presente artigo busca analisar os acontecimentos políticos, econômicos e sociaisocorridos entre o final do século XX e início do XXI, tendo como apoio as transformaçõessofridas pelo Contrato Social e entre as relações Estado/sociedade civil. Entendido esteperíodo como de crise histórica, a ideia é olhar para as consequências do extraordinárioavanço capitalista, particularmente, após a queda do Muro de Berlim. O mundo se vê devastadopelas guerras, fome, desemprego, deslocamentos populacionais, violência assim como aglobalização torna-se um fenômeno sem volta. A democracia representativa já não consegueresponder ás atribuições que lhe foram delegadas, e o avanço do grande capital fazem oEstado refém de grupos privados. Recuperar a Utopia, tornar o Estado um novo movimentosocial e exercitar a democracia redistributiva podem ser caminhos a trilhar.

Palavras-chave


Globalização; Democracia; Estado/sociedade civil; Utopia; movimentos sociais.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Revista Tempo da Ciência



e-ISSN: 1981-4798 — ISSN: 1414-3089

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Campus de Toledo
Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais

Rua da Faculdade, 645 — Jardim La Salle
CEP: 85903-000 — Toledo-Paraná-Brasil

| revistatempodaciencia@yahoo.com.br |