Notícias

CHAMADA ABERTA! ESTUDOS SEMÂNTICOS | Vol. 17, nº 40 | 1º Quadrimestre | 2021

 

CHAMADA ABERTA ATÉ 31 DE OUTUBRO DE 2020.

Publicação em fevereiro de 2021.

 

 

 
Publicado: 2020-10-06 Mais...
 

CHAMADA DE PUBLICAÇÕES: TEMÁTICAS PARA 2021

 

Vol. 17, nº 40 | 1º Quadrimestre | 2021

Temática: Estudos Semânticos

Ementa: A presente edição tem por objetivo reunir trabalhos voltados ao estudo do significado a partir das diversas abordagens propiciadas pelos estudos semânticos. No caso, espera-se receber contribuições relacionadas às pesquisas em semântica argumentativa, semântica cognitiva, semântica da enunciação, semântica lexical e/ou, ainda, outra(s) especificidade(s) da área que tenham por interesse e preocupação olhar para o problema da significação e(m) sua complexidade a partir das perspectivas teórico-metodológicas citadas.   

CHAMADA ABERTA ATÉ 31 DE OUTUBRO DE 2020.

Publicação em fevereiro de 2021.

Editora de Número: Profa. Dra. Luciane Thomé Schröder

Vol. 17, nº 41 | 2º Quadrimestre | 2021

Temática: Prática de Estágio(s) em discussão

Ementa:  Esta edição pretende congregar pesquisas que tragam elementos para (re)pensar e problematizar o papel do estágio supervisionado nos cursos de licenciaturas em Letras, visto sua obrigatoriedade. Almejam-se reflexões que toquem em temas, como o cumprimento do papel do estágio enquanto vínculo colaborativo entre a universidade e a sociedade, sua interlocução com as novas demandas sociais, atualização e flexibilização curricular e outras questões que se refiram ao tema. Também, abre-se o espaço para contribuições acerca de experiências a partir de projetos como o PIBID e a Residência Pedagógica, bem como outros projetos voltados à experiencia de práticas docentes na universidade.

CHAMADA ABERTA ATÉ 30 DE JANEIRO DE 2021.

Publicação em junho de 2021.

Editora de Número: Profa. Dra. Juliana de Sá França

Vol. 17, nº 42 | 3º Quadrimestre | 2021

Temática: As práticas orais em sala de aula

Ementa: Neste número, procuramos abrir espaço para estudos acerca de práticas que colocam em cena uma pedagogia do trabalho com a oralidade em sala de aula, sendo ela tomada como fundamento metodológico para o ensino da língua materna, da literatura e das línguas estrangeiras nos diferentes níveis da educação, básica ou superior.

CHAMADA ABERTA ATÉ 30 DE ABRIL DE 2021.

Publicação em outubro de 2021.

Editor de Número: Prof. Dr. Rafael de Souza Bento Fernandes

 

 

 
Publicado: 2020-08-26
 

PUBLICAÇÕES EM 2020

 

3º Quadrimestre (out) - vol. 16, nº 39 | Dossiê: Leitura em suas diferentes perspectivas teórico-metodológicas: da teoria ao ensino

2º Quadrimestre (jun) - vol. 16, nº 38 | Dossiê: Literatura Brasileira Contemporânea: desafios e perspectivas

1º Quadrimestre - (fev) vol. 16, nº 37 | Dossiê: Representações sociais, linguísticas e identitárias em contextos de fronteira e Estaudos Linguísticos

Agradecemos às autoras e aos autores que confiaram seus textos à Trama. E, de forma especial, aos docentes avaliadores que têm colaborado com a revista.

Em nome da Equipe Editorial da Revista Trama, nossos agradecimentos.

Profa. Luciane Thomé Schröder - Editora Geral

 
Publicado: 2020-10-06
 

NOVA PUBLICAÇÃO! Vol. 16, nº 39 | 2020 | Dossiê: Leitura em suas diferentes perspectivas teórico-metodológicas: da teoria ao ensino

 

Qual é o perfil do leitor brasileiro? Essa é a indagação que motiva as reflexões de Lucas Cyrino. Para respondê-la, o autor debruça-se sobre os dados de uma pesquisa do Instituto Pró-Livro e delineia a Cartografia da leitura no Brasil. Longe de uma imagem estanque e engessada, as questões levantadas pelo texto apontam para a existência de um sujeito leitor multifacetado e plural, autônomo em seu comportamento e em sua relação com o ato de ler.

Também refletindo sobre a caracterização do sujeito leitor, Romina Toranzos e Sheila Oliveira Lima lançam olhar para políticas de fomento à leitura empreendidas por um de nossos vizinhos territoriais, a Argentina. Em Lectura y formación de lectores en la propuesta del Plan Nacional de Lectura em Argentina, as pesquisadoras revisitam as representações de leitura e de leitor em documentos expedidos pelo Ministério da Educação relacionados ao Plano Nacional de Leitura (PNL).

No texto Ensino e aprendizagem da leitura: implicações conceituais e metodológicas, Karoline Correia e Suziane da Silva Mossmann analisam propostas didáticas de leitura, fundamentadas no viés histórico-cultural, desenvolvidas por acadêmicos de um curso de graduação em Letras durante a etapa de estágio supervisionado. As autoras apontam para a existência de lacunas na apropriação da perspectiva teórico-epistemológica que fundamenta os encaminhamentos, sinalizando para a necessidade de repensar aspectos da formação docente relativos ao trabalho com a leitura.

Por sua vez, Talita Santos Menezes investiga se o emprego de recursos multimodais influencia na compreensão de textos científicos. Em Leitura e multimodalidade: reflexões em torno do texto acadêmico, a pesquisadora analisa e discute os resultados de um teste aplicado a discentes da Universidade Federal de Sergipe, que consistiu na leitura de duas versões de um artigo científico impresso: uma contendo diferentes elementos multimodais e, outra, sem esses elementos.

No artigo Gêneros textuais em videolibras: um estudo de aspectos composicionais, como o próprio título indica, Jonatas Medeiros e Sueli Fernandes centram-se na organização estrutural e discorrem sobre elementos composicionais caracterizadores de gêneros textuais sinalizados, registrados em videolibras. O corpus, coletado de páginas da web, foi constituído por produções sinalizadas intermodais, que articulam as dimensões verbal e não-verbal.

Na sequência, o texto de Ana Paula Domingos Baladeli, A multimodalidade do videoclipe musical: aspectos metodológicos para o ensino de língua inglesa, apresenta os resultados de um projeto de extensão, desenvolvido em uma universidade, sobre o uso pedagógica do videoclipe musical no ensino de Língua Inglesa, ancorado na perspectiva dos multiletramentos. Para a autora, o videoclipe pode ampliar o interesse dos alunos e enriquecer a experiência do sujeito no processo de aprendizagem da língua estrangeira.

Com o objetivo de colaborar com a promoção do letramento literário e a instrumentalização do leitor, Greice Aparecida Facioli de Bitencourt, Solange Aparecida Boreggio e Margarida da Silveira Corsi socializam uma proposta de trabalho envolvendo um conto de Clarice Lispectador. Em Felicidade Clandestina na Fanfic: uma proposta de abordagem do texto literário no Ensino Fundamental II, as autoras apresentam um conjunto de ações para a didatização do gênero sem que isso implique esvaziamento de suas características originais.

Fechando a edição, Renata Junqueira de Souza e Andréia Paula da Silva também compartilham atividades de leitura, para o ensino fundamental, no artigo Para ler e compreender – Histórias da Velha Totônia de José Lins do Rego. As autoras entendem que a leitura literária precisa estar presente nas práticas cotidianas da escola, uma vez que aprimora o desenvolvimento de aprendizagens múltiplas e contribui de modo expressivo para a formação de leitores proficientes.

           

Desejamos uma boa leitura!

 

 

 

 
Publicado: 2020-10-06
 

Leitura em suas diferentes perspectivas teórico-metodológicas: da teoria ao ensino ENCERRADA

 

Vol. 16, nº 39 | 3º Quadrimestre | 2020

Temática: Leitura em suas diferentes perspectivas teórico-metodológicas: da teoria ao ensino

Ementa: Esta edição objetiva um amplo debate sobre o tema leitura, tanto em língua materna quanto em línguas estrangeiras, a partir de distintos vieses teórico-metodológicos. Serão acolhidos trabalhos que discutam: a formação do sujeito leitor, abordagens de compreensão e interpretação textual, a leitura em obras didáticas, documentos norteadores do ensino e exames oficiais de avaliação, a leitura na era digital, políticas públicas de incentivo à leitura, entre outros desdobramentos que contribuam na compreensão de processos relacionados à leitura.

Editora Científica de Número: Profa. Dra. Luciane Thomé Schröder e Profa. Juliana de Sá França

CHAMADA ENCERRADA 

Publicação em outubro de 2020.

 

 
Publicado: 2020-05-01
 

PERIODICIDADE DA REVISTA

 

Prezados leitores e leitoras, informamos que, a partir de 2015, a Revista Trama passou a ser uma publicação quadrimestral.


 
Publicado: 2015-10-15 Mais...