EDUCAÇÃO BILÍNGUE MEDIANTE PRÁTICAS DA LITERATURA SURDA PARA ASCENDÊNCIA E VALORIZAÇÃO CULTURAL E IDENTITÁRIA

Aline Keryn PIN, Joicemara Severo SILVEIRA

Resumo


Das inúmeras nuances da educação bilíngue e do contexto Literário, enfatizam-se as pesquisas sobre a Literatura Surda ao longo dos últimos anos. Resultado este da identificação e autoafirmação do povo surdo que busca na divulgação da Literatura Surda a disseminação de suas formas de experimentações visuais. O presente artigo aborda a educação bilíngue mediante práticas desta literatura contribuindo para o processo de valorização da cultura e Identidade Surda mediante representações literárias produzidas por este sujeito.  Para tanto, as pesquisas das autoras Karnopp (2008; 2010), Quadros e Sutton-Spence (2006) e Strobel (2009) são indispensáveis na fundamentação teórica deste escrito, pois, retratam o que há de mais avançado no campo teórico das experiências sensoriais da pessoa surda. Assim, a pesquisa desenvolvida busca contribuir para o enriquecimento do conhecimento dos alunos surdos sobre seu povo, sua cultura e construção identitária.


Palavras-chave


educação bilíngue; literatura surda; identidade

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.48075/rt.v14i32.18767

Direitos autorais 2018 Trama

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Revista Trama

______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

e-ISSN 1981-4674 

Unioeste

Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Campus de Marechal Cândido Rondon 

Colegiado do Curso de Letras

Rua Pernambuco, 1777

Marechal Cândido Rondon - Paraná

Caixa Postal 91 - CEP: 85960-000

| trama.unioeste@gmail.com |