ESTUDO DE LIVROS DIDÁTICOS DE LÍNGUA ALEMÃ NO ENSINO SUPERIOR BRASILEIRO: FOCO NOS ASPECTOS GRAMÁTICOS

Autores

  • Cristiane SCHMIDT

DOI:

https://doi.org/10.48075/revex.v16i1.16618

Palavras-chave:

Linguística Aplicada. Livro didático de língua alemã. Aspectos gramaticais.

Resumo


O ensino e aprendizagem de línguas estrangeiras em contexto universitário remetem aos agentes desse processo, como professores, aprendizes e aos materiais didático-pedagógicos. Nesse sentido, os livros didáticos que permeiam esse processo são elementos naturalizados e estão institucionalizados, assim como vem merecendo destaque nas pesquisas no campo da Linguística Aplicada (SILVA, 2010; UPHOFF, 2009; PESSOA, 2009; TILIO, 2008; CORACINI, 1999). Considerando isso, o presente estudo tece algumas discussões sobre o ensino de língua alemã em contexto de formação de professores desse idioma no Brasil, o qual é mediado pelos livros didáticos, de acordo com dados levantados na pesquisa de Doutorado (UNIOESTE, 2016). Especificamente, volta-se para o estudo dos aspectos gramáticos inerentes em três livros didáticos de língua alemã como língua estrangeira adotados nas instituições de ensino superior, com o intuito de conhecer e analisar o papel desses aspectos.  Para tanto, a metodologia da pesquisa valeu-se da abordagem qualitativa, com base no método interpretativista e na análise documental. Os resultados apontam para o ensino de gramática normativa como um fim em si mesmo, mesmo que as abordagens do ensino de línguas e materiais didáticos mais recentes advoguem por uma prática contextualizada e reflexiva.

Biografia do Autor

Cristiane SCHMIDT

Docente do Curso de Pedagogia da UNIOESTE - Campus de Cascavel. Doutora em Letras pelo Programa de Pós-graduação da UNIOESTE. Mestre em Educação pela UFRGS/RS. Licenciada em Letras Português/ Alemão pela UNISINOS/RS.

Downloads

Publicado

11-09-2017

Como Citar

SCHMIDT, C. ESTUDO DE LIVROS DIDÁTICOS DE LÍNGUA ALEMÃ NO ENSINO SUPERIOR BRASILEIRO: FOCO NOS ASPECTOS GRAMÁTICOS. Revista Expectativa, [S. l.], v. 16, n. 1, p. 36–55, 2017. DOI: 10.48075/revex.v16i1.16618. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/expectativa/article/view/16618. Acesso em: 25 jun. 2022.

Edição

Seção

Seção - Línguas/Comunicação