Estrutura e ação: aproximações entre Giddens e Bourdieu

Autores

  • Cristina Maria Quintão Carneiro

DOI:

https://doi.org/10.48075/rtc.v13i26.1544

Palavras-chave:

estrutura, ação, habitus, campo

Resumo


O artigo propõe algumas aproximações entre as proposições de Anthony Giddens e Pierre Bourdieu, no que se refere à tentativa de romper a dicotomia entre a orientação para a estrutura e coletividade, ou para a ação e a subjetividade do indivíduo, e, portanto, à superação da antinomia “objetivismosubjetivismo”. A ênfase recai na análise da relação entre estrutura e ação, focalizada por meio de certos elementos conceituais da teoria da estruturação em Giddens, e dos conceitos de Habitus e Campo, no caso de Bourdieu.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

CARNEIRO, C. M. Q. Estrutura e ação: aproximações entre Giddens e Bourdieu. Tempo da Ciência, [S. l.], v. 13, n. 26, p. p. 39–47, 2000. DOI: 10.48075/rtc.v13i26.1544. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/tempodaciencia/article/view/1544. Acesso em: 3 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos