UM ESTUDO DE CASO SOBRE O APAGAMENTO DOS RÓTICOS EM INFINITIVOS

Autores

  • Michelli Cristina Galli

Palavras-chave:

Sociolinguística Variacionista, Rede de Comunicação, Apagamento do Rótico.

Resumo


Partindo da perspectiva variacionista, a língua é compreendida como essencialmente variável, desse modo, neste estudo, pretende-se desvendar como se dá a organização da variação linguística. No Brasil, durante muitos anos a língua portuguesa, trazida de Portugal, e as línguas indígenas viveram lado a lado como línguas de comunicação. Com o fim do tráfico negreiro, nos séculos seguintes, a formação linguística teve contribuições das imigrações vindas de várias partes do mundo, dentre elas, Alemanha, Itália e Espanha. Esse intenso contato entre línguas constituiu a sociedade brasileira. Fundamentado na realidade da fala do Brasil, este trabalho apresenta um estudo de caso acerca do apagamento dos róticos pós-vocálicos em infinitivos. A partir da análise da fala, objetiva-se investigar os fatores linguísticos e extralinguísticos que motivam a realização do fenômeno.

Downloads

Publicado

14-08-2015

Como Citar

GALLI, M. C. UM ESTUDO DE CASO SOBRE O APAGAMENTO DOS RÓTICOS EM INFINITIVOS. Travessias, Cascavel, v. 9, n. 1, 2015. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/11890. Acesso em: 24 maio. 2022.

Edição

Seção

LINGUAGEM