AS RELAÇÕES DIALÓGICAS NA CONSTITUIÇÃO DO GÊNERO DISCURSIVO PROPAGANDA

Autores

  • Denise Raquell Zimmer
  • Douglas Corrêa da Rosa

Palavras-chave:

, Bakhtin, relações dialógicas, gêneros do discurso, propaganda.

Resumo


O escopo deste texto é discutir as relações dialógicas existentes nos discursos enunciativos de campanhas publicitárias, analisando de que forma esses enunciados se constroem e com que parâmetros sociais compactuam. Para tanto, valemo-nos dos conceitos bakhtinianos (2003; 2006; 2008) tais como língua, enunciado, discurso, texto, sujeito, gêneros do discurso, dialogismo e relações dialógicas; das discussões feitas por Rodrigues (2001, 2004, 2005) e Sobral (2013), quando estes também refletem sobre os gêneros discursivos e as suas relações dialógicas; das considerações de Brait (2012) sobre a noção bakhtiniana de texto e dialogismo; das observações feitas por Fiorin (2006, 2012) sobre intertextualidade; e, por fim, das ponderações de Sandmann (2001) sobre o gênero propaganda. Com base nas concepções bakhtinianas, percebemos que as relações dialógicas se originam a partir da combinação das correlações extralinguísticas junto ao enunciado discursivo, presentes no campo de atividade humana. Nesse sentido, a propaganda, assim como outros gêneros do discurso, torna-se a materialização da própria linguagem. A metodologia deste estudo será realizada por meio da análise do corpus escolhido, associada às concepções teóricas dos autores apresentados, a fim de discutir acerca dos diálogos presentes neste corpus. Dessa forma, pretende-se confirmar que o gênero propaganda dialoga com outros enunciados pré-estabelecidos, assim como influenciam para construir e manter padrões socialmente estipulados.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

ZIMMER, D. R.; ROSA, D. C. da. AS RELAÇÕES DIALÓGICAS NA CONSTITUIÇÃO DO GÊNERO DISCURSIVO PROPAGANDA. Travessias, Cascavel, v. 9, n. 1, 2000. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/12661. Acesso em: 26 jan. 2022.

Edição

Seção

LINGUAGEM