A discursividade enunciativa aplicada na leitura e análise de um (re)conto dos “Três porquinhos”

Autores

  • Simone Beatriz Cordeiro Ribeiro Docente da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA).

Palavras-chave:

Análise Dialógica do Discurso, Gênero discursivo, Julgamento de valor, entoação e interlocutor, (Re)conto.

Resumo


O presente texto, por meio da Análise Dialógica do Discurso, procura fazer uma leitura e uma explanação teórica sobre o gênero discursivo (re)conto, tendo como base alguns conceitos bakhtinianos, como o gênero discursivo, o julgamento de valor, a entoação e os interlocutores. Para tanto, primeiramente discutiu-se o que seriam os gêneros discursivos de acordo com Bakhtin (2003), Bakhtin/Volochínov (2006) e alguns de seus explicadores, como Machado (2008), Rodrigues (2005) e Marcuschi (2005, 2007). Uma vez que o (re)conto consiste em uma recontagem de um conto, serviu de base teórica sobre este as colocações de Costa (2008) e concernente à discussão sobre recontar histórias as de Marassi (2011) e Francisco (2012). Essa prática em análise é representativa do conto clássico Os três porquinhos, elaborada por uma menina de três anos e encontra-se disponível no YouTube em formato de áudio e vídeo. Nesse sentido, objetiva-se verificar como o juízo de valor, por ter uma forte presença, conduz à narrativa da história que se desenvolve por meio de entoações expressivas e marcantes que levam os porquinhos à condição final de “carne”, o alimento.

Biografia do Autor

Simone Beatriz Cordeiro Ribeiro, Docente da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA).

Doutora em Letras pelo Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Letras - Unioeste, campus de Cascavel. Professora de Português/Espanhol Língua Adicional na Universidade Federal da Integração Latino-Americana. Ciclo Comum de Estudos. Instituto Latino-Americano de Arte, Cultura e História (ILAACH). Centro Interdisciplinar de Letras e Artes (CILA).

 

Referências

ANGELO, Cristiane M. P.; ZANINI, Marilurdes; MENEGASSI, Renilson J. O ensino de língua portuguesa numa perspectiva interacionista. In: MENEGASSI, R. J. (Org). Interação e escrita: 1º Seminário de Ensino e Aprendizagem de Línguas. Maringá: Departamento de Letras Editora, 2007, p. 1-18.

BAKHTIN, Mikhail. Os gêneros do discurso. In. BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. Tradução Paulo Bezerra. 4.ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003.p. 261-269.

BAKHTIN, Mikhail; VOLOCHÍNOV, V. N. Marxismo e filosofia da linguagem. Trad. Michel Lahud e Yara Frateschi Vieira. São Paulo: Martins Fontes, 2006 [1929].

BAKHTIN, Mikhail; VOLOCHÍNOV, V. N. Discurso na vida, discurso na arte: sobre poética sociológica. Tradução de Carlos Alberto Faraco e Cristovão Tezza. In: VOLOCHÍNOV, V. N. Freudismo. Trad. I. R. Tiotunik. New York: Academic Press, 1976 [1926]. (Circulação para uso didático).

CASTRO, Antonilma S. A. et al. A dissertação no vestibular da UEFS: gênero ou tipo? Disponível em: <<http://linguagem.unisul.br/paginas/ensino/pos/linguagem/cd/port/21.pdf >>. Acesso em maio de 2009.

COSTA, Sérgio R. Dicionário de gêneros textuais. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.

FRANCISCO, Juliana D. P. O reconto escrito – um estudo realizado com alunos do 3.º ano. 2012. 292 f. Relatório de Estágio (Departamento de Educação) – Universidade de Aveiro, Portugal. Disponível em <<http://ria.ua.pt/bitstream/10773/9828/1/disserta%C3%A7%C3%A3o.pdf>> Acesso em nov. de 2013

MACHADO, Irene. Gêneros discursivos. In: BRAIT, Beth. (Org.). Bakhtin: conceitos-chave. 4. ed. São Paulo: Contexto, 2008, p. 151-166.

MARCHEZAN, Renata C. Diálogo. In BRAIT, Beth. (Org.). Bakhtin: outros conceitos-chave. São Paulo: Contexto, 2006, p.115-131.

MARASSI, Irene R. Orientações didáticas: Planejando a Contação de histórias e o Reconto. In Diário de um formador. Postado dia 28 de outubro de 2011. Disponível em <<http://registrosdeumformador.blogspot.com.br/2011/10/contacao-de-historias-e-reconto-o-que-o.html>> Acesso em nov. de 2013

MARCUSCHI, Luiz Antonio. Gêneros textuais: configuração, dinamicidade e circulação. In: KARWOSKI, A. M. et al. (Orgs.). Gêneros textuais: reflexões e ensino. Palmas e União da Vitória, PR: Kaygangue, 2005, p. 17-33.

MARCUSCHI, Luiz Antonio. Gêneros textuais: definição e funcionalidade. In: DIONISIO, A. P. et al. (Orgs.). Gêneros textuais & ensino. 5. ed. Rio de janeiro: Lucerna, 2007, p. 19-36.

MENEGASSI, Renilson J. Professor e escrita: a construção de comandos de produção de textos. In: MENEGASSI, Renilson José (Org). Interação e escrita: 1º Seminário de Ensino e Aprendizagem de Línguas. Maringá: Departamento de Letras Editora, 2007, p. 1-25.

OLIVEIRA, Patrícia C. de; BENITES, Sônia A. L. As concepções de linguagem e o ensino da produção textual. CELLIP: Pesquisa em Língua e Cultura na América Latina, 19., 2009, Cascavel, PR. Anais... Cascavel, 2009, p. 1-7.

RECONTO. In Dicionário Online de Português. Disponível em <<http://www.dicio.com.br/reconto/>> Acesso em nov. de 2013

RODRIGUES, Rosângela H. Os gêneros do discurso na perspectiva dialógica da linguagem: a abordagem de Bakhtin. In: MEURER, J. L; BONINI, A.; MOTTA-ROTH, D. (Orgs.). Gêneros: teorias, métodos, debates. São Paulo: Parábola Editorial, 2005, p. 152-183.

SÃO PAULO. Secretaria Municipal de Educação. Diretoria de Orientação Técnica. Cadernos da Rede: Percursos de aprendizagens: leitura e reconto - A Rede em rede: a formação continuada na Educação Infantil / Secretaria Municipal de Educação – São Paulo: SME / DOT, 2010. Disponível em: <<http://portalsme.prefeitura.sp.gov.br/Regionais/109100/Documentos/DOT%20-%20P/Educa%C3%A7%C3%A3o%20Infantil/Fasc%C3%ADculo2_Leitura_novo_corrigido.pdf>> Acesso em nov. de 2013

TRÊS PORQUINHOS COM FINAL TRÁGICO: (que tristeza neh?). História narrada por Alana Paulini e postada por Marcel Paulini, em 29 de agosto de 2013. In Youtube, 2013, 1min10seg. Disponível em <<http://www.youtube.com/watch?v=lFDPQ2ut9EU>> Acesso em out. de 2013.

NÃO COMO NENHUMA PESSOAS, ENTÃO O QUE VOCÊ COME???. História narrada por Alana Paulini e postada por Marcel Paulini. In Youtube, 2013, 45 seg. Disponível em <<http://www.youtube.com/watch?v=cBSx3SLa5Uc>> Acesso em out. de 2013 e set. de 2017.

Downloads

Publicado

21-12-2017

Como Citar

CORDEIRO RIBEIRO, S. B. A discursividade enunciativa aplicada na leitura e análise de um (re)conto dos “Três porquinhos”. Travessias, Cascavel, v. 11, n. 3, p. 373–387, 2017. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/17785. Acesso em: 20 maio. 2022.

Edição

Seção

DOSSIÊ TEMÁTICO: LITERATURA E MULTIMEIOS