O sistêmico e o assistêmico: uma reflexão sobre a historiografia literária brasileira

Autores

  • Anelito Pereira de Oliveira Unimontes - Universidade Estadual de Montes Claros

Palavras-chave:

Literatura Brasileira, Historiografia Literária, Sistema Literário, Escritores Assistêmicos

Resumo


Este ensaio propõe uma compreensão sobre a relação entre literatura e cultura no Brasil a partir da historiografia literária, levando em conta, precisamente, a noção de “sistema literário” defendida por Antonio Candido. Argumenta que, se há autores sistêmicos, que podem ser organizados dentro do esquema autor-obra-leitor, também há aqueles autores assistêmicos, de que Cruz e Sousa é o grande exemplo. Os assistêmicos escrevem “contra” o sistema, não se limitam às convenções do sistema, e são reveladores de uma experiência social conflituosa, de um mal-estar cultural que os diferencia de escritores “normais”. 

Biografia do Autor

Anelito Pereira de Oliveira, Unimontes - Universidade Estadual de Montes Claros

Doutor em Literatura Brasileira pela Usp, Mestre em Literatura Brasileira pela Ufmg, Pós-doutor em Teoria Literária pela Unicamp, professor no Departamento de Comunicação e Letras da Unimontes (Universidade Estadual de Montes Claros)

Referências

BOSI, Alfredo. Dialética da colonização. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

BOURDIEU, Pierre. As regras da arte: gênese e estrutura do campo literário. Tradução de Maria Lúcia Machado. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

CAMPOS, Haroldo de. O sequestro do barroco na Formação da literatura brasileira: o caso Gregório de Matos. Salvador: Fundação Casa de Jorge Amado, 1989.

CAMPOS, Augusto de. ReVisão de Kilkerry. São Paulo: Fundo Estadual de Cultura, 1970.

CAMPOS, Augusto de; CAMPOS, Haroldo de. ReVisão de Sousândrade. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1982.

CANDIDO, Antonio. Formação da literatura brasileira. 6ª ed. Belo Horizonte: Itatiaia, 1981.

CANDIDO, Antonio. Literatura e sociedade. 13ª ed. Rio de Janeiro: Ouro sobre azul, 2014.

PAZ, Octavio. Os filhos do barro. Trad. Olga Savary. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1984.

PLATÃO. Diálogos. Trad. Jaime Bruna. São Paulo: Cultrix, 2002.

SOUSA, Cruz e. Obra completa. Rio de Janeiro: Editora Nova Aguilar, 1995.

Downloads

Publicado

04-05-2018

Como Citar

DE OLIVEIRA, A. P. O sistêmico e o assistêmico: uma reflexão sobre a historiografia literária brasileira. Travessias, Cascavel, v. 12, n. 1, p. 69–76, 2018. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/18547. Acesso em: 25 jan. 2022.

Edição

Seção

ENSAIOS E TEMAS INTERDISCIPLINARES