Carmilla, de Joseph Sheridan Le Fanu: o lesbianismo como campo da memória subterrânea

Autores

Palavras-chave:

Lesbianismo, Memória Subterrânea, Segredo

Resumo


Este artigo pretende analisar a obra Carmilla de Joseph Sheridan Le Fanu evidenciando que por intermédio da narração e das memórias de Laura é possível compreender o lesbianismo como espaço do privado, da memória subterrânea ou do trauma. Destacaremos o lesbianismo na narrativa como algo diluído, apresentado ora como amizade, ora como admiração ou aversão. Carmilla é uma obra ainda pouco conhecida e não apresenta trabalhos que contemplem uma discussão teórica sobre a memória e o lesbianismo existentes na narrativa de Le Fanu. O espaço literário, a memória e o lesbianismo serão tratados sob uma proposta interdisciplinar das contribuições de Michel Foucault (1996; 2015), Sedgwick (2007), Michael Pollack (1992; 1989) e Maurice Halbwachs (2006).

Biografia do Autor

Marília Milhomem Moscoso Maia, Universidade Federal do Maranhão

Graduada em Letras com habilitação em Língua Inglesa pela Universidade Federal do Maranhão (2015), graduada em Pedagogia pela Universidade Federal do Maranhão (2012) e especialista em Gênero e diversidade na escola, CEGEDE-UFMA (2015). É mestra em Cultura e Sociedade pela Universidade Federal do Maranhão (2017). Atualmente é professora concursada de séries iniciais (1 ao 5 ano) no município de Paço do Lumiar-MA e membro do Grupo de Estudos em Gênero, Identidade e Memória (GENI).

 

Rarielle Rodrigues Lima, Universidade Federal do Maranhão

Graduada em Fisioterapia pela Faculdade Santa Terezinha - CEST (2008), Educação Física pela Universidade Federal do Maranhão - UFMA (2009), Ciências Sociais pela Universidade Federal do Maranhão - UFMA (2017), mestre em Cultura e Sociedade (PGCULT/UFMA) e pós-graduanda em nível de doutorado em Ciências Sociais (PPGCSOC/UFMA). Coordenadora do Laboratório Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas Pedagógicas (LIEPP) vinculado ao Centro de Ensino Jansen Veloso (SEDUC/URESI), membro do Grupo de Estudos em Gênero, Identidade e Memória (GENI) e do Grupo de Estudos e Pesquisas Pedagógicas em Educação Física (GEPPEF).

Sandra Maria Nascimento Sousa, Universidade Federal do Maranhão

Doutora em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2000). Atualmente é Professora Associada 3 da Universidade Federal do Maranhão. Tem experiências na área de Sociologia e Antropologia, atuando principalmente na produção de conhecimento relativo aos seguintes temas: gênero e sexualidade, relações de gênero, memória e identidade, desigualdades sociais e cultura histórica. Atualmente ministra aulas e orienta trabalhos de alunos da Graduação e Pós-Graduação em Ciências Sociais e do Mestrado Interdisciplinar Cultura e Sociedade. Coordena o Grupo de Estudos e Pesquisas na temática destacada.

Referências

ARAÚJO, Maria Paula Nascimento; SANTOS, Myrian Sepúlveda dos. História, memória e esquecimento. Revista Crítica de Ciências Sociais, 79, Dez. 2007, p. 95-111. Disponível em: <http://www.ces.uc.pt/publicacoes/rccs/artigos/79/RCCS79-095-111-MPNascimento MSepulveda.pdf> Acesso em: 10 jul. 2017.

CAMPOS, Ludmila Rode de. Carmilla e Sabatella: em busca de uma identidade feminina em Joseph Sheridan Le Fanu. 2008. 137f. (Dissertação de mestrado). Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho. São José do Rio Preto, São Paulo, 2008.

FOUCAULT, M. A ordem do Discurso. São Paulo: Edições Loyola, 1996.

FOUCAULT, M. História da sexualidade 1: a vontade de saber. Tradução Maria Thereza da Costa Albuquerque e J.A Guilhon Albuquerque. 3 ed. São Paulo, Paz e Terra, 2015.

HALBWACHS, Maurice. A memória coletiva. São Paulo: Centauro, 2006.

LE FANU, Joseph Sheridan. Carmilla. Tradução Eduardo Kraszcuk. São Paulo. Editora KZK, 2014.

LEAL, Luana Aparecida Matos. Memória, rememoração e lembrança em Maurice Halbwachs. Revista Linguasagem, 2012. Disponível em: <http://www.letras.ufscar.br/linguasagem/edicao18/artigos/045.pdf>. Acesso em 29 jun. 2017.

POLLAK, Michael. Memória e identidade social. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, vol. 5, nº 10, 1992. Disponível em: <http://www.pgedf.ufpr.br/memoria%20e%20identidadesocial%20A%20capraro%202.pdf> Acesso em: 20 de jul. 2017.

POLLAK, Michael. Memória, esquecimento, silêncio. Revista Estudos Históricos, Rio de Janeiro, vol. 2, n. 3, 1989, p. 3-15. Disponível em: <http://www.uel.br/cch/cdph/arqtxt/Memoria_esquecimento_silencio.pdf> Acesso em: 22 jul. 2017.

SEDWICK, Kosofsky Eve. A epistemologia do armário. In Cadernos Pagu (28), janeiro-junho de 2007, p. 19-54. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/cpa/n28/03.pdf> Acesso em: 1 jul. 2017.

Downloads

Publicado

29-12-2018

Como Citar

MAIA, M. M. M.; LIMA, R. R.; NASCIMENTO SOUSA, S. M. Carmilla, de Joseph Sheridan Le Fanu: o lesbianismo como campo da memória subterrânea. Travessias, Cascavel, v. 12, n. 4, p. 119–131, 2018. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/20851. Acesso em: 19 maio. 2022.

Edição

Seção

LITERÁRIA