Considerações sobre o papel do professor-tutor no ensino a distância

Autores

DOI:

https://doi.org/10.48075/rt.v15i1.25847

Palavras-chave:

Tutoria, Educação a Distância, Ensino aprendizagem.

Resumo


O presente artigo caracteriza uma pesquisa bibliográfica sobre a temática da Educação a Distância (EaD) no Brasil, buscando explicitar a importância dos professores-tutores enquanto colaboradores essenciais para a efetivação das práticas educacionais nesta modalidade de ensino. A intenção deste artigo é, sobretudo, investigar quais são as principais funções e demandas dos professores-tutores, especificando como constitui-se o panorama do EaD no país. Nesta perspectiva, avisou-se observar as particularidades desta modalidade de ensino – tais como a utilização ferramentas tecnológicas e remotas -, além de pontuar as especificidades no âmbito do trabalho do professor-tutor, bem como as principais dificuldades elencadas por estudos que visaram compreender as demandas destes profissionais. Para esta análise, este estudo pauta-se em autores como Azevedo (2008), Haag (1990), Pretti (1996), Souza (2004), Machado (2004), Barbosa e Rezende (2006) e no INED (2003) buscando refletir sobre a constituição do trabalho do professor-tutor e sua importância primordial no processo de ensino aprendizagem. Com os avanços da tecnologia digital, a modalidade a distância vem ganhando cada vez estudantes adeptos, proporcionando diferentes e enriquecedoras experiências no ensino. Assim, percebeu-se que essa constante necessidade de atualização e aprimoramento, visando um ensino significativo e uma formação de qualidade, faz com que a modalidade de educação a distância tenha um papel conectado com os avanços da ciência e da tecnologia.

Biografia do Autor

Luciane da Silva Bassani, Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste).

Possui graduação em Letras Português e Inglês Respectivas Literatura União Pan Americana de Ensino -UNIPAN (2009) cursou no ensino presencial, graduada em Pedagogia pela Universidade Luterana do Brasil (2016) cursou no ensino da educação a distância, fez três pós graduação em Gestão Escolar, em História e Geografia e em Educação do Campo, compreende às línguas inglesa e espanhola é mestranda em Letras na Universidade do Oeste do Paraná- Unioeste. Ministra aulas de língua inglesa e portuguesa desde 2008 no colégio Estadual Osório Duque Estrada para alunos dos últimos anos do ensino fundamental e ensino médio, é tutora online da educação a distância da Unioeste no curso de Letras Libras Bacharelado desde de 2017, desenvolve suas pesquisas na área de Linguística e Ensino, adora ler e buscar compreensões. Desenvolve suas pesquisas na área da educação a distância, buscando compreender como se dá a Tutoria na Educação a Distância.

Beatriz Helena Dal Molin, Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste).

Possui graduação em Letras- Francês (1977), mestrado em Linguística na área de Análise do Discurso pela Universidade Federal de Santa Catarina (1994). Defendeu a dissertação: Um olhar sobre o passado: Análise do Discurso dos Políticos paranaenses de 45 a 64. Fez doutorado em Engenharia de Produção na área de Mídia e Conhecimento, pela Universidade Federal de Santa Catarina (2003). Defendeu a tese denominada: Do tear á tela: uma tessitura de linguagens e sentidos para o processo de Aprendência. È professora titular da Universidade Estadual do Oeste do Paraná. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Letras, atuando principalmente nos seguintes temas: Tecnologia e Aprendência, comunicação, semiótica e conhecimento, e leitura e hipertexto, Tecnologia em Sala de Aula e na modalidade de Educação a Distância. Professora do Programa de Mestrado e Doutorado em Letras/ Linguagem e Sociedade da Universidade Estadual do Oeste do Paraná/UNIOESTE. Concluiu em 2010, seu pós-doutorado no programa de Engenharia e Gestão do Conhecimento da Universidade Federal de Santa Catarina, dedicando-se ao estudo e desenvolvimento de metodologias, análise avaliação no processo de elaboração de materiais para A Rede e-Tec Brasil, na qualidade de Designer Instrucional Master, UFSC/MEC/UNIOESTE, (2008-2013). Ministra cursos para professores-autores e professores-formadores para a modalidade de Educação a Distância desde 2000. Participou da concepção do Currículo de Informática Educacional com os professores da AMOP, que atende a 53 municípios do Oeste do Paraná e também para os quais ministrou cursos de produção de Objetos Digitais Educacionais de 2009 a 2011. Participa do grupo de pesquisa PCEADis/CNPq/ UFSC). É membro dos Grupos de Pesquisa Linguagem: Práticas Linguísticas, Culturais e de Ensino, do grupo Confluências da Ficção, História e Memória na Literatura e nas Diversas Linguagens Estudos Comparados, na linha de pesquisa Linguagens em Contextos inclusivos e idiossincráticos da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, do Grupo de pesquisa denominado Núcleo de Complexidade e Cognição (Antigo Núcleo de Eco ergonomia) na linha complexidade e Educação/UFSC. Fez parte da editoria da Revista Travessias da Universidade Estadual do Oeste do Paraná. Ocupa a cadeira de número 1 da Academia Cascavelense de Letras, cujo patrono é o Prof. Atílio Ortigara. Foi membro titular do Conselho Municipal de Educação, foi Coordenadora do Momento Itália-Brasil, para a Universidade Estadual do Oeste do Paraná, éestá coordenadora do NEaDUNI/ Unioeste desde 2013, Coordenadora Unioeste para Universidade Aberta do Brasil/UAB desde 2016. Foi membro do Conselho Universitário, (COU) membro do Conselho de Pesquisa da Unioeste 2013/2015. Professora orientadora do Programa de Desenvolvimento Educacional do Paraná (PDE) desde 2008. Compõe o GT de constituição e regulamentação da Universidade Virtual do Paraná UVPR, resolução 092/2013 Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior/SETI. Recebeu indicação para concorrer ao 27 Prêmio Paranaense de Ciência e Tecnologia (categoria Profissional - professor -Pesquisador) área de Ciências Humanas e Sociais. Foi Presidenta da Academia Cascavelense de Letras. Foi membro titular do Conselho Municipal de Cultura, de Cascavel. Dedica-se à formação de professores e o emprego da Tecnologia Digital, ao Estudo da melhoria para a modalidade de Educação a Distância ou Educação Aberta, Metodologias Ativas e Tecnologia e Ensino Híbrido. Também orienta trabalhos na área da inclusão para surdos e autistas. Enfoco também minha atenção em hipertexto, Rizoma e tecnologias em sala de aula. Sou professora nos cursos de graduação nos cursos de letras e nos cursos em nível de mestrado e doutorado do PPGL de Letras, Linguagem e Sociedade.

Referências

AZEVEDO, A. B. de. Tutoria em EAD para além dos elementos técnicos ePedagógicos. Palestra apresentada no III Seminário EAD – Ufes – Formação de professores, tutores e coordenadores de polos para UAB. 22 a 24 set. 2008.

BARBOSA, M. F.; REZENDE, F. A prática dos tutores em um programa de formação pedagógica a distância: avanços e desafios. Interface-Comunicação, Saúde, Educação, v. 10, p. 473-486, 2006.

BATES, A.W. Technology, Open Learning and Distance Education. London: Routledge, 1995.

BRASIL. Ministério da Educação. Referenciais de Qualidade para a Educação Superior a Distância. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/legislacao/refead1.pdf. Acesso em: 20 abr. 2020.

HAAG, S. Teaching at a Distance, Techniques for Tutors. Waterloo: University of Waterloo. 1990.

INED. Tutoria no EAD: um manual para tutores. The Commonwealth of Learning, 2003. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/2496135/mod_resource/content/2/tutoriaeadINED5.pdf. Acesso em 21 abr. 2020.

LITWIN, Edith (org). Educação a Distância: Temas para Debate de uma NovaAgenda Educativa. Porto Alegre, Artmed, 2001. In: MACHADO, L. D.; MACHADO, E. d C. O papel da tutoria em ambientes de EAD. Congresso abed. 2004. Disponível em: http://www.abed.org.br/congresso2004/por/htm/022-tc-a2.htm Acesso em 20 abr. 2020.

PRETTI, O. Educação a distância: inícios e indícios de um percurso. Cuiabá: Nead/IEUFMT,1996. In: SILVA, M. B. O processo de construção de identidades individuais e coletivas do ser-tutor no contexto da educação a distância, hoje. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-graduação em Educação, UFRGS, Porto Alegre, 2008.

SOUZA, C. A. de; SPANHOL, F. J.; LIMAS, J. C. de O.; CASSOL, M. P. Tutoria na educação a distância. Trabalho apresentado no XI Congresso Internacional da Abed, Salvador, 7 a 9 de setembro de 2004. Disponível em: http://www.abed.org.br/congresso 2004. Acesso em: 20 dez. 2020.

Downloads

Publicado

27-04-2021

Como Citar

BASSANI, L. da S.; DAL MOLIN, B. H. Considerações sobre o papel do professor-tutor no ensino a distância. Travessias, Cascavel, v. 15, n. 1, p. 115–125, 2021. DOI: 10.48075/rt.v15i1.25847. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/25847. Acesso em: 22 maio. 2022.

Edição

Seção

EDUCAÇÃO