CALIBAN: REPRESENTANTE DAS MINORIAS, À MARGEM DA HISTÓRIA

Autores

  • Gabriela Cornelli dos Santos

Palavras-chave:

Caliban, “Brazil”, Identidade, Conflito, Sociedades pós-coloniais.

Resumo


Nesse artigo, propomos analisar a crise identitária do personagem O Grande Caliban em “Brazil”, de Paule Marshall. Ao tornar-se famoso comediante, Caliban tem sua identidade essencialista apagada, e na busca por reavê-la, percebe que é impossível voltar a ser o cidadão comum Heitor, pois as posições identitárias sofrem alterações ao longo da história. Caliban então torna-se um sujeito em conflito. O personagem pode ser considerado um símbolo das sociedades pós-coloniais, e sua crise de identidade como resultante dos problemas que elas enfrentaram pela mutilação que o colonialismo impôs. Dessa forma, o personagem se identifica com as minorias, à margem da história. Como definições teóricas acerca do tema identidade cultural serão levadas em consideração os estudos de Stuart Hall (1996) e Kathryn Woodward (2000).

Downloads

Publicado

04-11-2011

Como Citar

SANTOS, G. C. dos. CALIBAN: REPRESENTANTE DAS MINORIAS, À MARGEM DA HISTÓRIA. Travessias, Cascavel, v. 5, n. 2, 2011. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/4880. Acesso em: 6 dez. 2021.

Edição

Seção

ENSAIOS E TEMAS INTERDISCIPLINARES