(DES)CONSTRUINDO HAICAIS: O ENTRE-LUGAR NA POESIA DE MARIO QUINTANA E PAULO LEMINSKI

Autores

  • Thales Medeiros Ribeiro

Palavras-chave:

crítica e historiografia literárias, entre-lugar, haicai brasileiro.

Resumo


O constante confronto entre a cópia e a ruptura do modelo canônico japonês nos haicais de Mario Quintana e Paulo Leminski é o tema deste artigo. Visando à ampliação dos estudos sobre o haicai no Brasil e propondo uma nova perspectiva crítica para avaliá-los, este trabalho desenvolveu-se a partir da hipótese de que os haicais de Quintana e de Leminski rompem com o modelo normativo nipônico em três níveis: estético, formal e temático.  Para a fundamentação teórica das análises desenvolvidas, foi utilizado, em contraposição ao método fonte/influência, o conceito de entre-lugar, de Silviano Santiago.

Downloads

Publicado

27-10-2011

Como Citar

RIBEIRO, T. M. (DES)CONSTRUINDO HAICAIS: O ENTRE-LUGAR NA POESIA DE MARIO QUINTANA E PAULO LEMINSKI. Travessias, Cascavel, v. 5, n. 2, 2011. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/5585. Acesso em: 29 nov. 2021.

Edição

Seção

CULTURA