RESPOSTA DA CULTURA DO GIRASSOL A IMPEDIMENTOS FÍSICO-MECÂNICOS DO SOLO

Autores

  • Márcio Luis Vieira

Palavras-chave:

escarificação, sulcador, densidade do solo

Resumo


Quando o girassol é cultivado em solos sem limitação de ordem física ou química, o sistema radicular apresenta potencial para exploração de maior volume de solo, proporcionando maior resistência à seca e, consequentemente, maior rendimento. O objetivo deste trabalho foi avaliar o rendimento de grãos de girassol em solo com distintas condições de estrutura (densidade) e condições químicas para o desenvolvimento do sistema radicular. O delineamento experimental adotado foi o de blocos ao acaso com parcelas subdivididas (parcelas principal os manejos de solo e as subparcelas os tipos de sulcamento). Os tratamentos foram: plantio direto, plantio direto escarificado, plantio direto com calcário em superfície, plantio direto escarificado com calcário em superfície, plantio direto escarificado com calcário incorporado e em superfície e plantio direto escarificado com calcário incorporado. Avaliou-se os componentes do rendimento de grãos de girassol e a densidade do solo (Ds). Os resultados indicaram que os grupos de manejo com mobilização do solo apresentaram densidade do solo inferior, demonstrando ser uma alternativa para a conservação do solo e da água e aumento no rendimento de grãos de girassol

Downloads

Publicado

23-10-2017

Como Citar

VIEIRA, M. L. RESPOSTA DA CULTURA DO GIRASSOL A IMPEDIMENTOS FÍSICO-MECÂNICOS DO SOLO. Varia Scientia Agrárias, [S. l.], v. 5, n. 2, p. 07–18, 2017. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/variascientiaagraria/article/view/14603. Acesso em: 19 ago. 2022.

Edição

Seção

Ciências do Solo