DIVERSIDADE MORFOLÓGICA DE Bacillus spp. OBTIDAS DE SOLOS DO OESTE DO PARANÁ SOB DIFERENTES SISTEMAS DE CULTIVO E NATURAL

Autores

  • Thaís da Luft da Silva
  • Kamila Kock
  • Anderson José Scherer
  • Deisi Navroski
  • Marco Antônio Bacellar Barreiros
  • Luciana Grange

Palavras-chave:

Biocontrole, microrganismos, crescimento

Resumo


O solo é habitat de diversos microrganismos, entre eles as bactérias benéficas consideradas promotoras do crescimento de plantas (BPCPs). Elas podem atuar de forma direta, pela produção de fitormônios, solubilização de minerais, e fixação biológica de nitrogênio, ou indireta, como agentes de biocontrole. Dentre os antagonistas mais estudados, o Bacillus destaca-se no controle de doenças do filoplano e em pós-colheita. Neste contexto, o presente trabalho tem como objetivo isolar e caracterizar morfológica e geneticamente bactérias do gênero Bacillus spp., nativas de solo de diferentes manejos de cultivo e sistema natural da região oeste do Paraná, visando o reconhecimento de estirpes com potencial para agente de biocontrole. As bactérias foram obtidas a partir dos solos, utilizando-se meio específico e choque térmico. Foram obtidos um total de 208 isolados, destacando- se com o maior número de unidades formadoras de colônias (UFC) o manejo de horticultura (69 isolados). O sistema agropastoril (M4) apresentou maior diversidade morfológica, destacando a importância dos exudatos para a seleção das estirpes de interesse. 

Downloads

Publicado

23-10-2017

Como Citar

LUFT DA SILVA, T. da; KOCK, K.; SCHERER, A. J.; NAVROSKI, D.; BACELLAR BARREIROS, M. A.; GRANGE, L. DIVERSIDADE MORFOLÓGICA DE Bacillus spp. OBTIDAS DE SOLOS DO OESTE DO PARANÁ SOB DIFERENTES SISTEMAS DE CULTIVO E NATURAL. Varia Scientia Agrárias, [S. l.], v. 5, n. 2, p. 109–123, 2017. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/variascientiaagraria/article/view/14722. Acesso em: 10 ago. 2022.

Edição

Seção

Ciências do Solo