PRODUÇÃO DE FITOMASSA DE DIFERENTES PLANTAS DE COBERTURA DE INVERNO COM APLICAÇÃO DE NITROGÊNIO

Autores

  • Ricardo Henrique Ribeiro
  • Marcos Renan Besen
  • Luís Vinicius Figueroa
  • Tatiana Bogo
  • Eduardo Brancaleoni
  • Sabrina Carvalho Ronsani
  • Claudia Aparecida Guginski-Piva
  • Jonatas Thiago Piva

Palavras-chave:

resíduos culturais, consórcio, mineralização.

Resumo


A utilização de plantas de cobertura é uma prática conservacionista do solo. O objetivo desse trabalho foi avaliar a produção de fitomassa de culturas de inverno solteiras e em consorcio, com fornecimento de nitrogênio mineral em sistema plantio direto. O experimento foi conduzido nos anos 2013 e 2014, na área experimental da UFSC, Curitibanos,SC. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, com parcelas subdivididas e quatro repetições. Na parcela principal os tratamentos foram as diferentes plantas: aveia preta, nabo, canola e o consórcio das três. Nas subparcelas foi avaliada a aplicação de 100 kg de N ha-1 e sem adubação nitrogenada. Foi avaliada a produção de massa seca (MS) nos dois anos e a taxa de cobertura do solo no ano de 2014. A produção de MS em 2013 apresentou interação entre os tratamentos, sendo que com aplicação de N a aveia gerou a maior produção de MS (6121,4 kg ha-1), enquanto o consórcio, canola e nabo apresentaram 4493, 3555, 3296 kg ha-1, respectivamente. Na ausência de N não houve diferenças significativas entre os tratamentos, com produção média de 763 kg ha-1. Em 2014 o comportamento foi semelhante, onde obteve-se as maiores produções com a aplicação de N, independente da planta, sendo que o nabo apresentou a maior produção (3.675,7 kg ha-1). O nitrogênio é fundamental para aumentar a produção de fitomassa das plantas de cobertura.

Downloads

Publicado

23-10-2017

Como Citar

RIBEIRO, R. H.; BESEN, M. R.; FIGUEROA, L. V.; BOGO, T.; BRANCALEONI, E.; RONSANI, S. C.; GUGINSKI-PIVA, C. A.; PIVA, J. T. PRODUÇÃO DE FITOMASSA DE DIFERENTES PLANTAS DE COBERTURA DE INVERNO COM APLICAÇÃO DE NITROGÊNIO. Varia Scientia Agrárias, [S. l.], v. 5, n. 2, p. 41–53, 2017. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/variascientiaagraria/article/view/14779. Acesso em: 10 ago. 2022.

Edição

Seção

Ciências do Solo