DIFERENTES PERÍODOS DE APLICAÇÃO DE NITROGÊNIO NA CULTURA DO CRAMBE

Autores

  • Alfredo Richart

Palavras-chave:

Crambe abyssinica Hochst, sulfato de amônio, componentes de biométricos e de rendimento.

Resumo


O trabalho teve como objetivo avaliar o efeito da adubação nitrogenada, ajustada de acordo com os diferentes períodos de aplicação na cultura do crambe, cultivada em Latossolo Vermelho Distroférrico de Toledo, Paraná. A pesquisa foi conduzida na área experimental da Escola de Ciências da Vida da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, campus Toledo. O delineamento experimental adotado foi de blocos ao acaso, com quatro repetições, sendo que os tratamentos foram divididos quanto aplicação das doses de nitrogênio (N em kg ha-1) na semeadura e aos 15, 30 e 45 dias após a emergência (DAE) das plantas (T1 = 0 + 0 + 0 + 0; T2 = 30 + 90 + 0 + 0; T3 = 30 + 0 + 90 + 0; T4 = 30 + 0 + 0 + 90; T5 = 30 + 45 + 45 + 0; T6 = 30 + 0 + 45 + 45 e T7 = 30 + 30 + 30 +30). A cultivar de crambe utilizada foi a ‘FMS Brilhante’, na foram determinados os componentes biométricos (altura de planta, número de racemos por planta e comprimento médio dos racemos por planta) e de rendimento (número de frutos por planta e produtividade). Os resultados obtidos sugerem que à aplicação do fertilizante nitrogenado aos 15 e 30 DAE foi o período que apresentou os melhores resultados para os componentes biométricos (altura de planta, número de racemos por planta, comprimento médio dos racemos por planta) e de rendimento (número de frutos por planta e produtividade).

Downloads

Publicado

23-10-2017

Como Citar

RICHART, A. DIFERENTES PERÍODOS DE APLICAÇÃO DE NITROGÊNIO NA CULTURA DO CRAMBE. Varia Scientia Agrárias, [S. l.], v. 5, n. 2, p. 55–67, 2017. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/variascientiaagraria/article/view/14796. Acesso em: 10 ago. 2022.

Edição

Seção

Ciências do Solo