Humor pré-competitivo em atletas brasileiros de jiu-jitsu

Ricardo Brandt, Edilson Hobold, Maick da Silveira Viana, Fábio Hech Dominski, Guilherme Guimarães Bevilacqua, Bruna Turczyn

Resumo

O presente estudo teve por objetivo avaliar os estados de humor e fatores associados de atletas brasileiros de jiu-jitsu antes da participação em competição. Foram avaliados 84 atletas do sexo masculino com idade média de 29,1 anos (±6,5). Os instrumentos utilizados foram a Escala de Humor de Brunel e um questionário de caracterização dos participantes. A coleta dos dados foi realizada durante um campeonato internacional. Para análise dos dados, utilizaram-se os testes de Mann-Whitney e Kruskal-Wallis. Os atletas apresentaram baixa confusão, depressão, raiva e fadiga, tensão moderada e alto vigor. A auto avaliação da saúde e a satisfação com o peso se associaram à confusão, quanto melhor a auto avaliação da saúde do atleta, menor a sua confusão. Atletas que estão satisfeitos ou gostariam de diminuir seu peso apresentaram confusão maior do que aqueles que gostariam de aumentar. A qualidade de descanso se associou à confusão, raiva, depressão e vigor. Quanto menos descansado o atleta se sente, maior sua depressão, raiva e confusão; quanto mais descansado o atleta, maior o seu vigor. Em relação à qualidade do sono, houve uma associação com a confusão, vigor e depressão. Quanto pior a qualidade do sono, maior a confusão e depressão, e quanto melhor a qualidade maior é o seu vigor. 

Palavras-chave

Humor; Lutas; Psicologia do Esporte.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Incluir comentário
';