Lutas e a formação de professores de educação física: reflexos na atuação profissional de docentes da rede municipal de educação de Belém - PA

Marcio Antonio Raiol dos Santos, Pedro Paulo Souza Brandão

Resumo


Este estudo tem como principal objetivo investigar os reflexos da formação de professores de educação física na atuação profissional de docentes que trabalham o conhecimento das Lutas na Rede Municipal de Educação de Belém-PA. Foi configurado com base em uma pesquisa de campo de natureza qualitativa, que teve como participantes todos os professores de Educação Física da Rede Municipal de Educação de Belém-PA que atuam em escolas que atendem aos anos finais do Ensino Fundamental. Como instrumento de coleta de dados foi utilizado formulário e, como técnica de análise dos dados, optamos pela Análise de Conteúdo. Os resultados revelaram que: a) a maioria dos professores teve contato com o conteúdo das Lutas na sua formação acadêmica por meio de disciplinas de forma fragmentada em modalidades sem correlação entre estas e com perspectiva técnica; b) Os docentes tratam pedagogicamente o conteúdo Lutas de três formas: i) ensino fragmentado de forma autônoma (modalidades específicas ensinadas pelos docentes); ii)  ensino fragmentado de forma dependente (modalidades específicas ensinadas por especialistas/lutadores); iii) ensino global (princípios comuns das Lutas didatizados de forma lúdica); c) o aprendizado de disciplina e valores sociais são os principais benefícios atribuídos ao conteúdo pelos professores. Com isso, podemos concluir que a falta de domínio de ferramentas didático-metodológicas para o ensino das Lutas pelos docentes é reflexo da forma como estes tiveram contato com esse conteúdo na própria formação universitária, revelando a deficiência desta e a necessidade de qualificá-la para refletir positivamente na atuação profissional dos professores na escola. 


Palavras-chave


Formação de professores; Educação Física escolar; Lutas

Texto completo:

PDF

Referências


ANTUNES, M. M. A relação entre as artes marciais e lutas das academias e as disciplinas de lutas dos cursos de graduação em educação física. Lecturas: Educación Física y Deportes, Revista Digital, Buenos Aires, v. 14, n. 139, 2009. Disponível em: . Acessado em: 23 de março de 2018.

ARAÚJO, B. C. L. C. As armas da crítica à crítica das armas: o trato com o conhecimento da categoria luta corporal no currículo de formação de professores de Educação Física da UFS. 2015. 183f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2015.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BRANDÃO, P. P. S. Lutas no currículo da educação física no ensino fundamental sob o olhar da diversidade cultural: experiências na Escola de Aplicação da Universidade Federal do Pará. 2018. 146f. Dissertação (Mestrado em Currículo e Gestão da Escola Básica) – Universidade Federal do Pará, Belém, 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Básica. Base Nacional Comum Curricular. Brasília. MEC; CONSED; UNDIME, 2017. Disponível em: . Acessado em: 01 de março de 2018.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: introdução aos parâmetros curriculares nacionais. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1997. 126 p.

CHAVES, P. N.; SILVA, I. L.; MEDEIROS, R. M. N. Lutas na educação física escolar: uma experiência no ensino médio. Cadernos de Formação RBCE, Florianópolis, v. 5, n. 2, p. 80-91, 2014.

CORRÊA, A. O.; QUEIROZ, G.; PEREIRA, M. P. V. C. Lutas como conteúdo na educação física escolar. Caraguatatuba: Módulo Centro Universitário, 2010.

FONSECA, J. J. S. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002.

FONSECA, J. M. C.; FRANCHINI, E.; DEL VECCHIO, F. B. Conhecimento declarativo de docentes sobre a prática de lutas, artes marciais e modalidades esportivas de combate nas aulas de Educação Física escolar em Pelotas, Rio Grande do Sul. Pensar a prática, Goiânia, v. 16, n. 2, p. 416-34, 2013.

GOMES, M. S. P. O ensino do saber lutar na universidade: estudo da didática clínica nas lutas e esportes de combate. 2014. 205f. Tese (Doutorado em Educação Física) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2014.

GOMES, M. S. P. Procedimentos pedagógicos para o ensino das lutas: contextos e possibilidades. 2008. 119f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2008.

IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Panorama Belém - PA. Disponível em: . Acessado em: 11 de janeiro de 2017.

LOPES, R. G. B.; KERR, T. O. O ensino das lutas na educação física escolar: uma experiência no ensino fundamental. Motrivivência, Florianópolis, v. 27, n. 45, p. 262-79, 2015.

MADURO, L. A. Considerações e sugestões para o ensino das lutas no ambiente escolar. Cadernos de Formação RBCE, Florianópolis, v. 6 n. 2, p. 102-12, 2015.

MALDONADO, D. T.; BOCCHINI, D. As três dimensões do conteúdo na educação física: tematizando as lutas na escola pública. Conexões, Campinas, v. 11, n. 4, p. 195-201, 2013.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisa, elaboração, análise e interpretação de dados. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

MENDONÇA, G. P. A.; COSSOTE, D. F.; FERREIRA JÚNIOR, O. N.; RODRIGUES, G. M. Abordagem pedagógica do conteúdo de lutas em curso de licenciatura em educação física nas instituições de ensino superior (IES). Pulsar, Jundiaí, v. 4, n. 1, p. 1-11, 2013.

MINAYO, M. C. S.; DESLANDES, S. F.; CRUZ NETO, O.; GOMES, R. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 21. ed. Petrópolis: Vozes, 2002.

NASCIMENTO, P. R. B. Organização e trato pedagógico do conteúdo de lutas na educação física escolar. Motrivivência, Florianópolis, v. 20, n. 31, p. 36-49, 2008.

NASCIMENTO, P. R. B.; ALMEIDA, L. A tematização das lutas na educação física escolar: restrições e possibilidades. Movimento, Porto Alegre, v. 13, n. 3, p. 91-110, 2007.

RODRIGUES, A. L. C.; BAIÃO JÚNIOR, A. A.; ANTUNES, M. M.; ALMEIDA, J. J. G. Percepção dos dirigentes das escolas do município de Jaguariúna sobre as lutas. Journal of Physical Education, Maringá, v. 28, n. 1, p. 1-14 (e2809), 2017.

RUFINO, L. G. B. “Campos de luta”: o processo de construção coletiva de um livro didático na educação física no ensino médio. 2012. 355f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento humano e tecnologias) – Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2012.

RUFINO, L. G. B.; DARIDO, S. C. O ensino de lutas na escola: possibilidades para a educação física. Porto Alegre: Penso, 2015.

SILVA, R. P. G. Uma abordagem metodológica para o trato pedagógico da luta nos cursos de formação de professores de educação física. 2013. 213f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.




DOI: https://doi.org/10.36453/2318-5104.2018.v16.n1.p79

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Incluir comentário ';



Direitos autorais 2018 Direitor Autorais Partilhados

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Caderno de Educação Física e Esporte

Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE)

Campus de Marechal Cândido Rondon

Rua Pernambuco, 1777 | Centro

Marechal Cândido Rondon | Paraná | 85960-000

F: (45) 3284 7855

E-mail: revista.cefe@unioeste.br

Facebook: https://www.facebook.com/RevistaCEFE/