Aplicação de técnicas de gestão de pessoas em academias de ginástica

Vinicius Almeida Calesco, Jorge Both

Resumo

Objetivo: Identificar a aplicação de técnicas de recrutamento, seleção, treinamento e desenvolvimento de pessoas e plano de cargos em academias de ginástica. Métodos: A pesquisa teve abordagem qualitativa, sendo que foram entrevistados quatro administradores de academias de ginástica de grande porte da cidade de Londrina – Paraná. Para a análise dos dados foi utilizada a análise de conteúdo. Resultados: Os resultados evidenciaram que todos os administradores relataram não haver um setor de recursos humanos na academia em que atuavam. Em relação a aplicação das técnicas abordadas, todos os administradores relataram utilizar métodos referentes a recrutamento, seleção, treinamento e desenvolvimento de pessoas. Entretanto, as técnicas de treinamento e desenvolvimento apresentadas demonstram falta de conhecimento das técnicas por parte dos administradores. No que se refere a distribuição de cargos, três academias utilizavam métodos para a distribuição e uma academia informou não existir uma distribuição de cargos entre os funcionários. Conclusão: Por fim, conclui-se que os administradores, mesmo apresentando argumentos e aparente conhecimento sobre a utilização de técnicas de gestão de pessoas, necessitam de maior conhecimento sobre o assunto. De fato, um conhecimento aprimorado das técnicas pode promover um crescimento organizacional constante das academias de ginástica, proporcionando serviços com melhor qualidade, atendendo as expectativas impostas pelos usuários das academias de ginástica.

Palavras-chave

Academias de Ginástica; Gestão de Pessoas; Recursos Humanos

Referências

BASTOS, F. C.; FAGNANI, E. K.; MAZZEI, L. C. Perfil de gestores de redes de academias de fitness. Revista Mineira de Educação Física, v. 19, n. 1, p. 64-74, 2011.

BLACKWELL, R. D.; MINIARD, P. W.; Y ENGEL, J. F. Comportamento do consumidor. São Paulo: Cengage Learning, 2005.

CALESCO, V.; BOTH, J. Importancia y desempeño de los servicios prestados por los gimnasios: opinión de los clientes. Educación Física y Deporte, v. 34, n. 1, p. 201-219, 2015.

CARVALHO, A. V.; NASCIMENTO, L. P. Administração de recursos humanos. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2004.

CHIAVENATO, I. Gestão de pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas organizações. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.

CHURCHILL, G. A.; PETER, J. P. Marketing: criando valor para o cliente. São Paulo: Saraiva, 2013.

CONFEF. Academias de ginástica: mercado em constante crescimento. Revista Educação Física. Disponível em: . Acessado em: 23 de julho de 2015.

CORRÊA, S. A. Estratégia competitiva das academias de ginástica da cidade de São Paulo. FACEF Pesquisa, v. 12, n. 1, p. 63-76, 2009.

COSTA, E. M. B.; VENÂNCIO, S. Atividade física e saúde: discurso que controlam o corpo. Pensar a prática, v. 7, n. 1, p. 59-74, 2004.

DUTRA, J. S. Gestão de pessoas: modelo, processos, tendências e perspectivas. São Paulo: Atlas, 2012.

GIL, A. C. Gestão de pessoas: enfoque nos papéis profissionais. São Paulo: Atlas, 2012.

GODOY, A. S. Introdução a pesquisa qualitativa e suas possibilidades. Revista de Administração de Empresas, v. 35, n. 2, p. 57–63, 1995.

GOETZ, E. R. et al. Representação social do corpo na mídia impressa. Psicologia & Sociedade, v. 20, n. 2, p. 226-236, 2008.

KMETEUK FILHO, O. Pesquisa e análise estatística. Rio de Janeiro: Fundo de Cultura, 2005.

LODI, J. B. Recrutamento de pessoal. São Paulo: Pioneira, 1986.

MARCELLINO, N. C. Academias de ginástica como opção de lazer. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, v. 11, n. 2, p. 49-54, 2003.

MOWEN, J. C.; MINOR, M. S. Comportamento do consumidor. São Paulo: Prentice Hall, 2003.

RIBEIRO, A. L. Gestão de pessoas. São Paulo: Saraiva, 2012.

SANTANA, L. C. et al. Perfil dos gestores de academia Fitness no Brasil: Um estudo exploratório. PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review, v. 1, n. 1, p. 28-46, 2012.

SANTOS, I. E. Manual de métodos e técnicas de pesquisa científica. 12. ed. Rio de Janeiro: Impetus, 2016.

TRIVINOS, A.N.S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Incluir comentário
';