A produção de conhecimento científico sobre a autoeficácia docente: um estudo de revisão no campo da educação física

Filipy Kuhn, Jessica Dias Cardoso, Matheus da Lapa Costa, Ana Flávia Backes, Vinícius Zeilmann Brasil, Valmor Ramos

Resumo

Objetivo: O objetivo deste estudo foi realizar um levantamento e análise da produção de teses, dissertações e artigos empíricos publicados nos últimos 10 anos, relacionados com a área de Educação Física, sobre a temática da autoeficácia docente (AED). Métodos: Para realização desta pesquisa foram adotados procedimentos de revisão sistemática. A pesquisa foi dividida em duas etapas, a saber: primeiramente foi realizado um levantamento de teses e dissertações, no Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, para selecionar os programas de pós-graduação. Em seguida ocorreu uma busca para a seleção dos artigos empíricos, nas bases eletrônicas de dados: Academic Search Premier; Cinahl; Google Scholar; Medline; Scielo; Science Direct; Scopus; e Web of Science. Resultados: Os resultados obtidos na análise das teses e dissertações mostraram que das 33 universidades investigadas, apenas três continham pesquisas relacionadas ao tema AED. Sobre os resultados dos artigos, apenas seis foram selecionados. Conclusão: Com base na leitura das teses, dissertações e artigos, pode-se constatar que os universitários possuem AED elevada, principalmente quando colocados em situação de estágio supervisionado.

Palavras-chave

Autoeficácia; Educação Física; Universitários.

Referências

ALVARENGA, C. E. A. Autoeficácia de professores para utilizarem tecnologias de informática no ensino. 2011. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2011.

AYDIN, S.; DEMIRDÖGEN, B; TARKIN, A. Are they efficacious? Exploring pre-service teachers’ teaches efficacy beliefs during the practicum. The Asia-Pacific Education Research, v. 21, n.1, p. 203-2013, 2012.

BANDURA, A. A.; Social foundations of thought and action: a social cognitive theory. EnglewoodCliffs: Prentice Hall, 1986.

BZUNECK, J. A. Crenças de auto-eficácia de professores do 1º grau e sua relação com outras variáveis de predição e de contexto. Arquivos Brasileiros de Psicologia, v. 48, n. 4, p. 57-89, 1996.

COSTA FILHO, R. A. da; IAOCHITE, R. T. Experiências de ensino no estagio supervisionado e autoeficácia para ensinar educação física na escola. Revista da Educação Física na escola, Maringá, v. 26, p.201-211, 2. trim. de 2015.

COSTA FILHO, R. A. Professores iniciantes de educação física: discussões a partir das fontes de autoeficácia docente. Dissertação (Mestrado em Ciência da Motricidade) - Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2014.

EROGLU, C.; UNLU, H. Self-efficacy: its effects on physical education teacher candidates’ attitudes toward the teaching profession. Educational Sciences: Theory & Practice, v. 15, n. 1, p. 201-212, Feb. 2015.

GALVÃO, T. F., PANSANI, T., de S. A., &HARRAD,D. (2015). Principais itens para relatar Revisõessistemáticas e Meta-análises: A recomendação PRISMA. Epidemiologia e Serviços de Saúde,v.24, n.2, p. 335-342.

GIBSON, S.; DEMBO, M. H. Teacher efficacy: a construct validation. JournalofEducationalPsychology, v. 76, n. 4, p 569-582, Aug. 1984.

GOMES, I. S.; CAMINHA, I.O. Guia para estudos de revisão sistemática:

uma opção metodológica para as Ciências do Movimento Humano. Movimento (ESEF/UFRGS), Porto Alegre, v. 20, n. 1, p. 395-411, já./mar.,

GUERREIRO-CASANOVA, D. G.; AZZI R. G. Personal and collective efficacy beliefs scales to educators: evidences of validity. Psico-usf, Bragança Paulista. v. 20, n. 3, p. 399-409, set./dez. 2015.

IAOCHITE, R. T. Crenças de eficácia docente e suas origens. Psicologia: Ensino & Formação, v. 5, n. 2, p. 81-102, 2014.

IAOCHITE, R. T.; AZZI, R. G. Escala de fontes de autoeficácia docente: estudo exploratório com professores de Educação Física. Psicologia Argumento, Curitiba, v. 30, n. 71, p. 659-669, out./dez. 2012.

IAOCHITE, R. T. et al. Autoeficácia docente, satisfação e disposição para continuar na docência por professores de educação física. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 33, n. 4, p. 825-839, 2011.

IAOCHITE, R. T.; AZZI, R. G. Crenças de autoeficácia de licenciandos em Educação Física. Motriz, Rio Claro, v.16, n.4, p. 942-949, 2010.

IAOCHITE, R. T.; COSTA FILHO, R. A. da.Teacher efficacy beliefs during the practicum experiences in physical education classes. Motriz, Rio Claro, v. 22, n. 3, p. 183-189, jul./set. 2016.

IAOCHITE, R.T.; SOUZA NETO, S. Strength and sources of self-efficacy beliefs by physical education student teachers.RevistaMotriz.Rio Claro, v.20, n. 2, p.143-150, 2014.

IAOCHITE, Roberto Tadeu; AZZI, Roberta Gurgel. Escala de fontes de autoeficácia docente: Estudo exploratório com professores de Educação Física. Psicologia Argumento, v. 30, n. 71, 2017.

IOACHITE, R. T. Auto-eficácia de docentes de educação física. P. 104. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas. 2007.

KLASSEN, R. M., VIRGINIA M. C. T., SHEA M. B., KELLY A. G. Teacher efficacy research 1998–2009: signs of progress or unfulfilled promise.EducPsycholRev, Edmonton, v. 23, n.1, p. 21-43, 2010.

KUHN, Filipy. Fontes de autoeficácia docente na formação inicial em educação física. 2017. 128 p. Dissertação (Mestrado)- Universidade do Estado de Santa Catarina, Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano, 2017.

MARTINS , M.; ONOFRE, M.; COSTA, J. Experiências de formação que tornam o futuro professor de Educação Física mais confiante no início do estágio. Boletim SPEF, v. 38, p. 27-43, jan./jul. 2014.

NESPOR, J. The role of beliefs in the practice of teaching. Journal of Curriculum Studies, v. 19, n. 4, p. 317-328, Jul./Aug. 1987.

PAJARES, F.; OLAZ, F. Teoria social cognitiva e auto-eficácia: uma visão geral. In: BANDURA, A.; AZZI, R. G.; POLYDORO, S. A. (Orgs.). Teoria Social Cognitiva: Conceitos Básicos. Porto Alegre: Artmed, 2008. Cap. 4, p. 97-114.

PALMER, D. Durability of changes in self-efficacy of preservice primary teachers.International Journal of Science Education, v. 28, n. 6, p. 655-671, 2006.

RAMOS, V; KUHN, F; BACKES, A.F.; BARROS, T.E.S.; BRASIL, V.Z.; SOUZA, J.R.; COSTA, M.L.; SOARES, G.F.; Percepção de autoeficácia docente: um estudo sobre as experiênciasde universitários de educação física. R. bras. Ci. eMov, Brasília, v.26, n3, p. 53-62.

RAMOS, V.; KUHN, F.; BRASIL, V. Z.; et al. Fontes De Autoeficácia Docente De Universitários De Educação Física. Journalof Physical Education, v. 28, n. 1, p. 1–12, 2017.

ROSS, J. A.; BRUCE, C. D. Professional development effects on teacher efficacy: results of a randomized field trial. Journal of Education Research, v. 101, n. 1, p. 50-60, Oct. 2007.

SAMPAIO, R. F.; MANCINI, M. C. Systematic review studies: a guide for careful

synthesis of the scientific evidence. RevistaBrasileira de Fisioterapia, São

Carlos, v.11, n.1, p. 77-82, jan./fev. 2007.

SAVILLE, P.D; BRAY, S.R; GINIS, K. A. M.; CAIRNEY, J.; MARINOFF-SHUPE, D.; PETTIT, A. Sources of Self-Efficacy and Coach/Instructor Behaviors Underlying Relation-Inferred Self-Efficacy (RISE) in Recreational Youth Sport. Journalof Sport &ExercisePsychology. V.36, n.1, p. 146-156, 2014.

SILVA A. J.; IAOCHITE R.T.; AZZI R. G. Crenças de autoeficácia de licenciandos em Educação Física. Motriz, Rio Claro, v. 16, n. 4, p. 942-949, out./dez. 2010.

SIWATU, K. O. Designing self-efficacy building interventions in the preparation of culturally responsive teachers. In: MILNER, R (Org.). Diversity and education: teachers, teaching and teacher education, Springfield, IL: Charles C. Thomas Publishers. 2009. p.119-131.

SOARES, Gabriela Faria. Percepção de autoeficácia docente de estudantes universitários de licenciatura em educação física. 2017. 86 p. Dissertação (Mestrado)-Universidade do Estado de Santa Catarina, Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano, 2017

SUMMERS, J. J.; DAVIS, H.A; WOOLFOLK-HOY, A.The effects of teachers’ efficacy beliefs on students’ perception of teacher relationship quality.Learning and Individual Differences, v. 53, p. 17-25, Jan. 2017.

TSCHANNEN-MORAN, M.; JOHSON, D. Exploringliteracyteachers self-efficacybeliefs: Potentialsourcesat play. TeachingandTeacherEducation, v. 27, n. 4, p. 751-761, May. 2011.

TSCHANNEN-MORAN, M; WOOLFOLK-HOY, A.; HOY, W, K. Teacher efficacy: its meaning and measure. Review of Educational Research.V. 68, n. 2, p. 202-248. Mar. 1998.

TSCHANNEN-MORAN, M; WOOLFOLK-HOY, A.Teacher efficacy: capturing an elusive construct.TeachingandTeacherEducation, v. 17, n.1, p. 783–805, 2001.

TURAN, M. B.; PEPE, O.; BAHADIR, Z. Investigating self-efficacy levels of physical education and sports teachers in terms of some variables. Science, Movement and Health, v. 15, n. 2, p. 158-163, June. 2015.

USHER, E. L.; PAJARES, F. Sources of self-efficacy in school: critical review of the literature and future direction. ReviewofEducationalResearch, v. 78, n. 4, p. 751-796, Dec. 2008.

VENDITTI R. J. et al. Auto-eficácia docente e motivação para a realização do (a) professor (a) de Educação Física Adaptada. 2010.

VENDITTI, R. J. Análise da autoeficácia docente de professores de educação física. 167 f. Diss. Dissertação (Mestrado em educação Física)–Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, São Paulo, 2005.

VIEIRA, Diana Aguiar; CAIRES, Susana; COIMBRA, Joaquim Luís. Do ensino superior para o trabalho: contributo dos estágios para inserção profissional. Rev. bras. orientac. prof, São Paulo , v. 12, n. 1, p. 29-36, jun. 2011 . Disponível em . acessos em 09 jan. 2019.

ZACH, S.; HARARI, I.; HARARI, N. Changes in teaching efficacy of pre-service teachers in physical education.Physical Education and Sport Pedagogy, v. 17, n. 5, p. 447-462, Nov. 2012.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Incluir comentário
';