Retrato das disciplinas de tênis dos cursos de graduação em Educação Física do estado do Paraná

René Augusto Gesat, Caio Corrêa Cortela, Carlos Adelar Abaide Balbinotti, Guy Ginciene

Resumo


OBJETIVO: O objetivo desta pesquisa foi analisar a presença da disciplina que aborda conteúdos de tênis nos currículos dos cursos de Educação Física do estado do Paraná, buscando revelar aspectos da formação inicial do treinador esportivo de tênis.
MÉTODOS: Trata-se de uma pesquisa documental e, para isso, foram investigados 104 cursos presenciais de Educação Física presentes em 53 Instituições de Ensino Superior do estado do Paraná. Para o desenvolvimento desta pesquisa, foi feita uma análise de documentos presentes nos sites destas instituições, os quais 20 disponibilizaram o Projeto Pedagógico de Curso (PPC) em suas páginas, 72 apresentaram a grade curricular e 29 não explicitaram nenhuma das duas informações.
RESULTADOS: Dos 104 cursos de Educação Física presenciais do Paraná, 75 apresentavam informações disponíveis para análise. Deste total, 49 não possuíam o tênis ou os esportes de raquete presentes no currículo, seja como uma disciplina ou como parte dos conteúdos de alguma outra disciplina. Dos restantes, oito possuíam disciplina de tênis, sete tinham o tênis como conteúdo em outra disciplina, e 12 possuíam disciplinas de esportes de raquete que não mencionavam o tênis como um dos conteúdos abordados.
CONCLUSÃO: De maneira geral, o estudo mostrou que o conteúdo tênis e/ou esportes de raquete é pouco presente nos currículos de Educação Física, impactando tanto a formação do bacharel em Educação Física quanto o licenciado.

ABSTRACT. Overview of tennis in undergraduate Physical Education courses in the state of Paraná.
OBJECTIVE: The aim of this research was to analyze the presence of tennis in the curricula of Physical Education courses in the state of Paraná, seeking to reveal aspects of the initial training of the tennis sports trainer.
METHODS: This is a documental research and for that, 104 Physical Education courses in 53 Higher Education Institutions in the state of Paraná were investigated. For the development of this research, an analysis was made of documents present on the websites of these institutions, of which 20 made the Pedagogical Course Project available on its websites, 72 had the curriculum available and 29 did not provide any of those information.
RESULTS: Of the 104 physical education courses in Paraná, 75 had information available for analysis. Of this total, 49 didn’t have tennis and/or racket sports present in the curriculum, either as a discipline or as part of the contents of some other discipline. Of the remainder, eight had tennis course, seven had tennis as the content of another course and 12 had racquet sports courses that do not mention tennis as one of the content covered.
CONCLUSION: In general, the study showed that tennis and racket sports content is rarely present in Physical Education curricula, impacting both the formation of the Bachelor of Physical Education and the graduate.

Palavras-chave


Educação Física; Currículo; Formação de treinadores.

Texto completo:

PDF

Referências


BARBOSA-RINALDI, I. P. Formação inicial em Educação Física: uma nova epistemologia da prática docente. Movimento, Porto Alegre, v. 14, n. 3, p. 185-207, 2008.

BRASIL. Lei N°. 9.696, 1 de setembro de 1998. Diário Oficial da União, Disponível em: . Acessado em: 21 de outubro de 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Básica. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, DF, 2016. Disponível em: . Acessado em: 10 de novembro de 2019.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, disponível em: . Acessado em: 09 de junho de 2020.

CORTELA, C. C.; ABURACHID, L. M.; SOUZA, S. P.; CORTELA, D. N. R. A formação inicial e continuada dos treinadores paranaenses de tênis. Conexões, Campinas, v. 11, n. 2, p. 60-84, 2013.

CORTELA, C. C.; BALBINOTTI, C. A. A.; TOZETTO, A. B.; BOTH, J.; MILISTETD, M. Associação entre formação inicial e autopercepção de competência profissional de treinadores de tênis. Journal of Sport Pedagogy and Research, Rio Maior, v. 3, n. 2, p. 32-42, 2017.

CORTELA, C. C.; FUENTES, J. P.; ABURACHID, L. M. C.; KIST, C.; CORTELA, D. N. R. Iniciação esportiva ao tênis de campo: um retrato do programa Play and Stay à luz da pedagogia do esporte. Conexões, Campinas, v. 10, n. 2, p. 214-34, 2012.

CORTELA, C. C.; KIST, C.; MILISTETD, M.; BOTH, J.; BALBINOTTI, C. A. A. Aprendizagem profissional de treinadores de tênis: um ensaio para primeiras aproximações com o contexto nacional de formação. Caderno de Educação Física e Esporte, Marechal Cândido Rondon, v. 18, n. 2, p. 1-8, 2020.

CORTELA, C. C.; MILISTETD, M.; GALATTI, L. R.; BOTH, J.; BALBINOTTI, C. A. A. Perfil e desenvolvimento profissional de treinadores de tênis. Caderno de Educação Física e Esporte, Marechal Cândido Rondon, v. 17, n. 1, p. 167-78, 2019.

DE LIMA, M. B. N.; ANFRADE, A.; VASCONCELLOS, D. I. C.; FARIA, M. B. Perfil da formação inicial e permanente de treinadores de tênis de alto rendimento do Brasil. Pensar a Prática, Goiânia, v. 17, n. 1, p. 1-18, 2014.

DIAS, J. M.; SANTOS, S. G.; SILVA, O. J.; ABES, L. O.; CARABAGIALLE, M. A.; SIQUEIRA, S. G. O ensino e aprendizagem de Tênis nos cursos de Educação Física. In MORO, A. R. P.; DIAS, J. M. IV Jornada Internacional de treinamento e organização do tênis. Anais... Florianópolis: NETEC, 2002. p. 105-7.

FERRAZ, O. L.; KNIJNIK, J. D. Prefácio. In: SILVA, S. Tênis: esporte. São Paulo: Odysseus Editora: 2007. p. 5-9.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GINCIENE, G; IMPOLCETTO, F. M. Primeiras aproximações para uma proposta de ensino dos jogos de rede/parede: reflexões sobre o tênis de campo e o voleibol. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, Brasília, v. 27, n. 2, p. 121-32, 2019.

GINCIENE, G; IMPOLCETTO, F. M.; DARIDO, S. C. Possibilidades pedagógicas para o ensino do tênis na escola. Conexões, Campinas, v. 15, n. 4, p. 497-512, 2017.

GOMES, R. E.; ISIDRO, A. S. M; BATISTA, P. M. F; MESQUITA, I. M. R. Acesso à carreira de treinador e reconhecimento das entidades responsáveis pela formação: um estudo com treinadores portugueses em função do nível da escolaridade e da experiência profissional. Journal of Physical Education, Maringá, v. 22, n. 2, p. 185-95, 2011.

GONZÁLEZ, F. J.; DARIDO, S. C.; OLIVEIRA, A. Esportes de marca e com rede divisória ou muro/parede de rebote: badminton, peteca, tênis de campo, tênis de mesa, voleibol, atletismo. 2. ed. Maringá: Eduem, 2017. 2v. p. 532.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Curitiba (PR). Cidades e Estados. Disponível em: . Acessado em: 03 de novembro de 2019.

KRIPKA, R.; SCHELLER, M.; BONOTTO, D. L. Pesquisa documental: considerações sobre conceitos e características na pesquisa qualitativa. CIAIQ2015, v. 2, 2015. Disponível em: . Acessado em: 20 de abril de 2020.

MACHADO, M. A. O.; SOUZA, R. R.; SILVA, S. A. Esportes de raquete, divulgação e infraestrutura: influências sobre a prática. Caderno de Educação Física e Esporte, Marechal Cândido Rondon, v. 17, N. 2, p. 177-83, 2019.

MILISTETD, M.; TRUDEL, P.; MESQUITA, I.; NASCIMENTO, J. V. Coaching and coach education in Brazil. International Sport Coaching Journal, Birmingham, v. 1, p. 165-72, 2014.

MILISTETD, M. A aprendizagem profissional de treinadores esportivos: análise das estratégias de formação inicial em Educação Física. 2015. 141f. Tese (Doutorado em Educação Física) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2015.

MILISTETD, M.; CIAMPOLINI, V.; SALLES, W. N.; RAMOS, V; GALATTI, L. R.; NASCIMENTO, J. V. A. Coaches’ development in Brazil: structure of sports organizational programs. Sports Coaching Review, London, v. 1, p. 1-16, 2016.

MIRANDA NETO, M. V.; LEONELLO, V. M.; OLIVEIRA, M. A. C. Residências multiprofissionais em saúde: análise documental de projetos político-pedagógicos. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, v. 68, n. 4, p. 586-93, 2015.

PIMENTEL, A. The method of documental analysis: the use for a historiogrphycal research. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n. 114, p. 179-195, 2001.

PIZANI, J. A formação inicial em educação física no estado do paraná e o perfil dos cursos de licenciatura e bacharelado. 2011. 148f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2011.

RAMPAZZO, L. Metodologia científica. São Paulo: Edições Loyola, 2005.

RUFINO, L. G. B.; DE SOUZA NETO, S. Saberes docentes e formação de professores de educação física: análise da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) na perspectiva da profissionalização do ensino. Motrivivência, Florianópolis, v. 28, n. 48, p. 42-60, 2016.

SILVA, L. R. C.; DAMACENO, A. D. Pesquisa documental: alternativa investigativa na formação docente. In: IX Congresso Nacional de Educação. 2009. Anais... Curitiba, 2009. p. 4554-66.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Incluir comentário ';



Direitos autorais 2020 Direitor Autorais Partilhados

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Caderno de Educação Física e Esporte

Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE)

Campus de Marechal Cândido Rondon

Rua Pernambuco, 1777 | Centro

Marechal Cândido Rondon | Paraná | 85960-000

F: (45) 3284 7855

E-mail: revista.cefe@unioeste.br

Facebook: https://www.facebook.com/RevistaCEFE/