Nomeação e Espacialização como agentes do trágico em “Os Maias”

Amanda Kristensen de Camargo

Resumo


Antes que as primeiras considerações desse estudo se iniciassem, aconselhar-nos-ia Steiner (2006 [1961]) que a tragédia está morta, bem como nos lembraria Saussure (2006 [1916]) de que o referente não se insere na lógica arbitrária da língua; mas, como comprova Bacon (2005 [1869]), é mais fácil desconfirmar hipóteses que tentar demonstrar que algo sempre acontecerá. Com base nessa lógica dicto simplicitere, esse estudo busca corroborar a ocasião de uma tragédia em meio à produção literária realista e a relevância de aspectos menos arbitrários da língua – os nomes próprios – para essa comprovação. Atuando de forma interdisciplinar, como permite a onomástica literária, esse trabalho situa a obra portuguesa “Os Maias” como uma tragédia híbrida luso-burguesa, bem como teoriza as funções dos antropônimos (GUÉRIOS, 1973) e do espaço, enquanto agentes trágico-determinantes da obra mencionada; função possibilitadora da perspectivização do trágico em um contexto ficcional burguês.

Nomination and Spatialization as agents of the tragic in “Os Maias”

Abstract

 

Before the first considerations of this study began, Steiner (2006 [1961]) would advise us that the tragedy is dead, as well as remind us of Saussure (2006 [1916]) that the referent does not fit the arbitrary logic of language; but, as Bacon (2005 [1869]) proves, it is easier to disconfirm hypotheses than to try to demonstrate that something will always happen. Based on this dicto simplicitere logic, this study seeks to corroborate the occasion of a tragedy in the midst of realistic literary production and the relevance of less arbitrary aspects of the language - proper names - for such proof. Acting in an interdisciplinary way, as the literary onomatics allows, this work situates the Portuguese work “Os Maias” as a hybrid Portuguese-bourgeois tragedy, as well as theorizing the functions of anthroponyms (Guérios, 1973) and space, as tragic-determining agents of the mentioned work; enabling function of the perspective of the tragic in a bourgeois fictional context.

 

Keywords: Literary onomastics; Literary anthroponomastics; Literary toponymy; Os Maias. Bourgeois tragedy.

 


Palavras-chave


Onomástica literária; Antroponomástica literária; Toponíma literária; Os Maias; Tragédia burguesa.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.