Os sinais de nome atribuídos no contexto acadêmico: uma abordagem Antroponomástica

Gabriele Cristine Rech, Fabíola Sucupira Sell

Resumo


Este trabalho faz parte do projeto de pesquisa em andamento denominado “Estudos Onomásticos da Língua Brasileira de Sinais”, e tem por objetivo analisar a atribuição de um sinal de nome para alguns autores/pesquisadores, cujos sinais de nome foram pesquisados no Manuário Acadêmico e Escolar elaborado pelo Instituto Nacional de Educação de Surdos. Tal pesquisa se insere nos estudos onomásticos das línguas de sinais, uma vez que em muitas comunidades de línguas de sinais, é comum a atribuição de um sinal para que o indivíduo possa ser reconhecido como integrante daquele grupo. Estes signos, que denominamos “sinais de nome”, utilizam-se de características visuais, e são sempre motivados. Salienta-se que sinais de nome também são atribuídos para pessoas que não fazem parte da comunidade surda, mas que precisam ser referenciados constantemente, como é o caso de pesquisadores, autores, filósofos etc., relacionados ao ambiente acadêmico. Para tal análise, utilizamos a taxonomia proposta por Barros (2018), a qual identificou quatro principais taxes para classificar um sinal de nome: Empréstimo da Língua oral, Aspecto físico, Aspecto Comportamental e Aspecto Social. Como resultados preliminares podemos observar que a maioria das atribuições de sinais se relacionam a características físicas dos nomeados e pouco se relacionam com suas atuações profissionais.

The name signs attributed in the academic context: an Anthroponomical approach

Abstract

This work is part of the ongoing research project called “Brazilian Sign Language Onomastic Studies”, and its purpose is to analyze the assignment of a name sign to some authors/researchers, whose name signs were searched in the Manuário Acadêmico e Escolar prepared by the National Institute of Deaf Education. Such research is part of the onomastic studies of sign languages, since in many sign language communities, it is common to assign a sign so that the individual can be recognized as part of that group. This sign, called “name signs”, uses visual characteristics and is always motivated. It is noted that name signs are also assigned to people who are not part of the deaf community, but who need to be constantly referenced, such as researchers, authors, philosophers, etc., related to the academic environment. For such analysis, we will use the taxonomy proposed by Barros (2018), which identified four main taxes to classify a name sign: Oral language loan, Physical appearance, Behavioral aspect and Social aspect. As preliminary results, we can observe that most of the signal assignments are related to physical characteristics of the nominees and little to their professional performance.

Keywords: Sign language; Anthroponomastics; Name signs.


Palavras-chave


Língua de sinais; Antroponomástica; Sinais de nome.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.