Análise do sistema produtivo do feijoeiro macassar (Vigna unguiculata L. Walp) no município de Parari, Paraíba

José Thyago Aires Souza, Roberto Carlos Cavalcante Ferreira, Thiago Costa Ferreira, Kercio Estevam Da Silva, André Aires De Farias, Marcelo Pereira Cruz, Suenildo Jósemo Costa Oliveira

Resumo

O feijão-caupi (Vigna unguiculata (L.) Walp.) deixou de ser uma cultura voltada só para agricultores familiares e atualmente é cultivado por médios e grandes produtores, nas regiões Norte e Nordeste, e também em países da África e Ásia, principalmente por suas características nutricionais. Objetivou-se fazer um diagnóstico produtivo da cultura do feijoeiro Macassar e conhecer algumas técnicas utilizadas pelos produtores de feijão do município de Parari, Paraíba. A pesquisa foi realizada em 2011, com aplicação de questionários junto aos 50 produtores. Constatou-se que a maioria dos agricultores, 45%, dispõe de uma área de 2 hectares para o cultivo do feijoeiro, sendo que 55% dos produtores adquirem suas sementes com os vizinhos de propriedade, enquanto 45% deles cultivam esta leguminosa em solos argilosos. Já 85% utilizam o feijoeiro em consórcio, sempre com a cultura do milho. De acordo com os dados obtidos, 90% dos produtores não fazem rotação de cultura, e 90% dos produtores armazenam seus grãos em silos de metal. Conclui-se que o feijoeiro é uma cultura de extrema importância para a economia e para sobrevivência da agricultura no município, necessitando, portanto, de novas tecnologias para aumento da produção e sustentabilidade do produtor.

Palavras-chave

Leguminosa; produção; sustentabilidade.

Texto completo:

PDF