Decomposição da madeira de Acacia mearnsii De Wild. (Fabaceae) proveniente de diferentes áreas de apodrecimento

Amanda Grassmann da Silveira, Elio José Santini, Rômulo Trevisan, Arci Dirceu Wastowski, Andressa Jaqueline Tomazeli

Resumo

Os valores da solubilidade da madeira em hidróxido de sódio a 1% indicam a remoção de extrativos e carboidratos de baixa massa molecular, indicando o grau de deterioração por organismos xilófagos ou degradação por agentes físicos. O presente trabalho objetivou avaliar a solubilidade em hidróxido de sódio da madeira de Acacia mearnsii De Wild. proveniente de diferentes áreas de apodrecimento. Nos períodos de 0 e 12 meses foram retirados discos de aproximadamente 10 cm de espessura, pesados e posteriormente secos a ±105 °C. Estas amostras foram reduzidas a cavacos para posterior avaliação utilizando a norma NBR7990. Os resultados mostraram uma redução nos valores da solubilidade da madeira após 12 meses de exposição, sendo que o material proveniente do campo coberto por gramíneas mostrou uma redução ainda maior. Este resultado indica que durante o tempo de exposição não houve decomposição dos constituintes da parede celular, somente dos extrativos presentes na madeira, diminuindo desta forma a quantidade de solubilizados.

Palavras-chave

análise química; durabilidade da madeira; resistência natural

Texto completo:

PDF