Uniformidade de aplicação de água e efluente de amidonaria em sistema de irrigação por gotejamento

Manoel Penachio Gonçalves, Eliane Hermes, Márcio Antonio Vilas Boas, Jussara Silva Berger, Marcos Araújo Lins, Vanessa dos Santos Wulf

Resumo

O presente trabalho teve por objetivo avaliar a uniformidade de sistemas de irrigação por gotejamento com aplicação de água e de efluente de uma amidonaria proveniente de uma lagoa facultativa. Foram determinados os coeficientes de variação de vazão total (CVt) e de uniformidade de Christiansen (CUC). O trabalho foi conduzido em uma Amidonaria da Cooperativa Agroindustrial C. Vale, localizada no município de Terra Roxa/PR, sendo instalados dois sistemas de irrigação por gotejamento, cada um com 66 m², alimentados por um reservatório de 1000 L, elevado a 1,5 m, onde foram armazenadas a água (tratamento 1 – T1) e o efluente da lagoa facultativa (tratamento 2 – T2). Os sistemas foram guardados e avaliados novamente após um ano com água (tratamento 3 – T3) e o efluente da lagoa facultativa (tratamento 4 – T4), sendo realizados 30 ensaios para cada tratamento, se utilizando da metodologia de coleta das vazões de Keller & Karmeli (1975). De acordo com os valores de CVt e CUC obtidos, observou-se diferença na uniformidade de distribuição do sistema de irrigação, sendo que T1 e T2 realizados em 2012 apresentaram uma melhor uniformidade em relação aos tratamentos T3 e T4 avaliados em 2013. Na medida em que se prolongou o tempo de uso dos equipamentos, aumentou-se a possibilidade de entupimento dos emissores, influenciando negativamente na uniformidade de irrigação.

Palavras-chave: coeficiente de 

Palavras-chave

coeficiente de Christiansen, desgaste do sistema, variação de vazão

Texto completo:

PDF