Efeito dos níveis de energia metabolizável e lisina digestível sobre o rendimento de carcaça de frangos de corte com 42 dias

Sharon Karla Luders Mezza, Ricardo Vianna Nunes, Cláudio Yudji Tsutsumi, Carina Scherer, Thais Lorana Savoldi

Resumo


O objetivo deste estudo foi avaliar o rendimento de carcaça de frangos de corte alimentados com dietas contendo diferentes níveis de energia metabolizável e lisina digestível na fase de crescimento, de 21 a 42 dias de idade. Foram utilizados 768 frangos machos da linhagem Cobb, com 21 dias de idade, divididos em um delineamento inteiramente casualizado, contendo 16 tratamentos (quatro níveis de lisina digestível x quatro níveis de energia metabolizável), três repetições, com 16 aves cada. Os níveis de lisina digestível foram 0,9; 1,0; 1,1 e 1,2%, e os níveis de energia metabolizável foram 2800; 2950; 3100 e 3250 kcal kg-1. Os diferentes níveis de lisina digestível aumentaram linearmente (P<0,05) o rendimento de carcaça dos frangos de corte aos 42 dias, enquanto que o nível de energia metabolizável não exerceu efeito (P>0,05) sobre esta variável. Não houve interação entre os níveis estudados sobre o rendimento de peito, coxa e sobrecoxa, pernas e asas. Conclui-se que há pouco efeito dos níveis de energia metabolizável e lisina digestível contidos nas dietas de frangos de corte sobre o rendimento de carcaça e dos cortes, no período de 21 a 42 dias de idade. Entretanto, ocorre maior deposição de gordura abdominal conforme aumenta os níveis de energia na ração, e esta deposição é menor com o aumento da suplementação de lisina digestível.


Palavras-chave


exigência nutricional, gordura abdominal, rendimento de cortes

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18188/sap.v12i0.9571

Incluir comentário

Revista Scientia Agraria Paranaensis

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Campus de Marechal Cândido Rondon

ISSN: 1983-1471 - (versão eletrônica)

Centro de Ciências Agrárias

Rua Pernambuco 1777 — Caixa Posta 91

CEP 85960-000 Marechal Cândido Rondon — Paraná — Brasil

E-mail: revista.sap@unioeste.br

Fone: (45) 3284 7901