A INFLUÊNCIA DA APTIDÃO FÍSICA RELACIONADA A SAÚDE NA CAPACIDADE DE TRABALHO DE MILITARES DO 33Ú BATALHÃO DE INFANTARIA MOTORIZADO DA CIDADE DE CASCAVEL, PARANÁ.

Autores

  • Rômulo Nascimento Pinho

Palavras-chave:

Treinamento, Aptidão Física, Saúde.

Resumo


O presente estudo teve como objetivo analisar os indicadores da aptidão física relacionada à saúde de militares do 33Ú batalhão de Infantaria Motorizado. A amostra foi composta por 30 militares do sexo masculino. Para a seleção da amostra foram selecionados militares aleatoriamente, independente de seus postos ou graduações. Os dados foram coletados através de medidas e desempenhos nos testes de aptidão física utilizando os protocolos utilizados pelo Exército Brasileiro e outros protocolos validados na literatura. Para a verificação do presente estudo, foi utilizado a estatística descritiva, contendo freqüência relativa absoluta(f.rel.abs), média(X), desvio padrão (DP), valor máximo (VM), valor mínimo (VM) e amplitude (A). Os resultados apontaram que os valores de flexibilidade e composição corporal apresentaram índices desproporcionais aos outros indicadores analisados, devido a falta de treinamento destes dois parâmetros da aptidão física por não participarem da bateria de teste utilizada pelo Exército Brasileiro, o que não se faz obrigatório no Treinamento Físico Militar(TFM). Quando analisado o índice geral de aptidão física relacionada à saúde, são apresentados resultados de maneira satisfatória, principalmente nos indicadores que são avaliados pelo Exército Brasileiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

15.12.2008

Como Citar

PINHO, R. N. A INFLUÊNCIA DA APTIDÃO FÍSICA RELACIONADA A SAÚDE NA CAPACIDADE DE TRABALHO DE MILITARES DO 33Ú BATALHÃO DE INFANTARIA MOTORIZADO DA CIDADE DE CASCAVEL, PARANÁ. Caderno de Educação Física e Esporte, Marechal Cândido Rondon, v. 6, n. 11, p. 44, 2008. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/cadernoedfisica/article/view/1401. Acesso em: 30 jun. 2022.