Polibol na educação física: análise de uma experiência de ensino na escola

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36453/cefe.2021.n2.26997

Palavras-chave:

Jogo, Polibol, Educação Física, Escola, Ensino. Práticas Corporais.

Resumo


OBJETIVO: Analisar um processo de ensino com o polibol em aulas de Educação Física.  MÉTODOS: O estudo se pautou por uma abordagem qualitativa de investigação com orientação na pesquisa-ação, envolvendo 75 estudantes de três turmas de 5º ano de uma escola pública municipal de ensino fundamental anos iniciais. Enquanto instrumentos de coleta de informações foram utilizados questionários, registros de imagens das atividades e desenhos feitos pelos participantes referentes às vivências relacionadas ao jogo. Na construção da unidade didática, realizada em 12 aulas, os procedimentos adotados foram: mapeamento, planejamento, tema/problematização, ressignificação, aprofundamento, ampliação, registro e avaliação. RESULTADOS: Os dados revelaram: alta receptividade entre os alunos, proporcionando um ambiente educacional favorável à diversificação do conteúdo nas aulas de Educação Física; alterações conceituais observadas nos conhecimentos relativos ao esporte; problematização da competição exacerbada, desencadeando reflexões sobre a integração de todos os participantes nas atividades desenvolvidas; aprofundamento e ampliação dos conhecimentos sobre esporte; maior respeito entre os alunos, especialmente quanto às questões de gênero e inclusão; mais responsabilidade e cooperação em tomadas de decisões e atitudes no jogo; dificuldade em compreender a dinâmica do polibol correspondente à utilização concomitante dos membros superiores e inferiores para conduzir a bola; presença significativa da influência do futsal entre os alunos, o que também tornou algumas aprendizagens da estrutura e dinâmica do jogo mais difíceis. CONCLUSÃO: Após a realização deste estudo, podemos afirmar que a tematização do polibol fortaleceu a valorização de uma produção cultural local por parte dos estudantes, ampliando suas perspectivas para além da exclusividade dos esportes já conhecidos, envolvendo um olhar autêntico para os processos de produção das práticas corporais. TITLE: Polibol in physical education: analysis of a teaching process in school ABSTRACT  OBJECTIVE: To analyze a teaching process with polibol in Physical Education classes. METHODS: The study was guided by a qualitative research approach with orientation in action research, involving 75 students from three classes of 5th year of a public elementary school in the early years. As instruments for collecting information were used: questionnaires, image records of the activities and drawings made by the participants referring to the experiences related to the game. In the construction of the didactic unit, carried out in 12 classes, the procedures adopted were: mapping, planning, theme / problematization, reframing, deepening, expansion, registration and evaluation.  RESULTS: The data revealed: high receptivity among students, providing an educational environment favorable to the diversification of content in Physical Education classes; conceptual changes observed in sports-related knowledge; problematization of exacerbated competition, triggering reflections on the integration of all participants in the activities developed; deepening and expanding knowledge about sport; greater respect among students, especially regarding gender and inclusion issues; more responsibility and cooperation in decision-making and attitudes in the game; difficulty in understanding the dynamics of the polibol corresponding to the concomitant use of the upper and lower limbs to guide the ball; significant presence of the influence of futsal among students, which also made some learning of the structure and dynamics of the game more difficult. CONCLUSION: After conducting this study, we can say that the theme of polibol strengthened the valorization of local cultural production by students, expanding their perspectives beyond the exclusivity of recognized sports, involving an authentic look at the production processes of body practices.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leandro Fernandes Garcia, Prefeitura Municipal de Jahu (PMJ), Jahu

Professor de Educação Física com Mestrado no Programa de Pós-Graduação em Docência para a Educação Básica pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp - Bauru/SP) . Graduado em licenciatura plena em Educação Física pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2006). Especialista em Educação Física Escolar pela Universidade Estadual de Ponta Grossa(PR),2010 . Membro do Núcleo de Estudos e Pesquisas das Abordagens Táticas nos Esportes Coletivos, grupo coordenado pela Professora Dr.ª Lílian Aparecida Ferreira (NEPATEC/UNESP/BAURU).Foi membro do programa Núcleo de Ensino no curso "Formação continuada docente sobre o ensino dos esportes coletivos na escola", coordenado pela Professora Dr.ª Lílian Aparecida Ferreira, UNESP/FC/DEF/Bauru. Foi membro do Panathlon Clube de Jaú-SP. Tem experiência na área de Educação Física , com ênfase em Educação Física Escolar. Possui experiência profissional como coordenador de academia de ginástica em clube esportivo. Experiência como Diretor de Esportes em clube esportivo.

Evandro Antonio Corrêa, Faculdades Integradas de Jaú (FIJ), Jahu

Doutor e Mestre em Ciências da Motricidade UNESP; Especialista em Metodologia e Gestão para Educação a Distância - Uniderp; Especialista em Lazer e Animação Sócio-Cultural - UEL/PR; Especialista em Educação Ambiental - SENAC/RJ; Licenciatura Plena em Educação Física pela Escola Superior de Educação Física de Avaré (1998); Professor Faculdades Integradas de Jahu (FIJ); Professor Substituto UFSCar - Curso Educação Física - 2020; Membro do Grupo de estudos e pesquisas históricas, sociológicas e pedagógicas em Educação Física (GEsPEFi - Unesp-Bauru); Membro do Núcleo de Estudos e Pesquisa em Formação Profissional no Campo da Educação Física (NEPEF - Unesp-Rio Claro); Membro pesquisador Associação Brasileira de Pesquisa e Pós Graduação em Estudos do Lazer (ANPEL); Membro Núcleo de Estudos e Pesquisa das Abordagens Táticas nos Esportes Coletivos (NEPATEC) - Unesp-Bauru. Tem experiência na área de Educação Física com ênfase em formação e intervenção profissional, Educação Física Escolar e tecnologia, Lazer e atividades de aventura.

Referências

BARDIN, L. Análise de conteúdo. 5. ed. Lisboa: Edições 70, 2009.

BRACHT, V. A Educação Física no Ensino Fundamental. In: I Seminário Nacional: currículo em movimento – perspectivas atuais. Anais...Belo Horizonte, novembro de 2010.

BRASIL. Ministério da Educação. Base nacional comum curricular. Brasília: MEC, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/. Acessado em: 25 de abril de 2021.

BOGDAN, R.; BIKLEN, S. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Porto Editora, 1994.

BETTI, I. C. R. Esporte na escola: mas é só isso, professor? Motriz, Rio Claro, v. 1, n. 1, p. 25-31, 1999.

CANDAU, V. M. F. Diferenças culturais, cotidiano escolar e práticas pedagógicas. Currículo Sem Fronteiras, Rio de Janeiro, v. 11, n. 2, p. 5-25, 2011.

CASTRO, F. T. Polibol: Guia Prático. Sistema FTC de Ensino: Jaú, 2007.

CORRÊA, E. A.; LIMA, D. T.; GARCIA, L. F.; HUNGER, D. Polibol na educação física: do jogo ao esporte. In: CASTRO, F. T. (Org.). Polibol: do jogo ao esporte. Curitiba: CRV, 2021. p. 47-77.

CRUZ, R. W. S.; GOMES-DA-SILVA, P. N.; RIBAS, J. F. M. Jogo tradicional-popular e aprendizagem: uma análise teórica das comunicações dos jogadores. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 96, n. 244, p. 683-701, 2015.

ESTEBAN, M. P. S. Pesquisa qualitativa em educação: fundamentos e tradições. Porto Alegre: AMGH, 2010.

FRANCO, M. A. S. A Pedagogia da pesquisa-ação. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 31, n. 3, p. 483-502, 2005.

FRIEDMANN, A. Jogos tradicionais. Publicação: Séries Ideias, n.7. São Paulo: FDE, 1995. Disponível em: http://www.crmariocovas.sp.gov.br/pdf/ideias_07_p054-061_c.pdf. Acessado em: 15 de dezembro de 2020.

GARCIA, L. F. O ensino das lutas nas aulas de educação física na escola: Possibilidades e desafios. 2020. 115f. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação Física) – Universidade Estadual Paulista, Bauru, 2020.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. Editora Atlas, 2008.

GIROUX, H. A. Praticando estudos culturais nas faculdades de educação. In: SILVA, T. T. da (Org.). Alienígenas na sala de aula: uma introdução aos estudos culturais em educação. Rio de Janeiro: Vozes, 2001.

HUIZINGA, J. Homo ludens: o jogo como elemento da cultura. São Paulo: Perspectiva, 2008.

JAHU. Prefeitura Municipal de Jahu. Lei n° 5.262, de 06 de novembro de 2019. Considera o Polibol Patrimônio Cultural do Município de Jahu. Diário Oficial: Seção 1, Jahu, SP, ano XIII, n. 921, p. 1, Semana de 08 a 14 de novembro de 2019.

LAVEGA BURGUÉS, P.; RIBAS, J. F. M.; MARIN, E. C.; SOUZA, M. S. Os Jogos Tradicionais no Mundo: associações e possibilidades. Licere: Belo Horizonte, v. 14, n.2, p. 1-19, 2011.

LIMA, L. B. C. R.; CASTRO, L. B.; AMÉRICO, M. O polibol como prática educacional no desenvolvimento integral do aluno sob a ótica do sistema FTC de ensino. In: CASTRO, F. T. (Org.). Polibol: do jogo ao esporte. Curitiba: CRV, 2021. p. 125-34.

LOURO, G. L. Gênero, sexualidade e educação: uma perspectiva pós-estruturalista. Petrópolis: Vozes, 1996.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MARQUES, R. G. V.; RAMOS, G. N. S.; FERREIRA, L. A. Conflitos em jogos de futsal e de handebol: reflexões praxiológicas. Conexões, Campinas, v. 18, e020018, 2020.

MARQUES, M. V. (Org.). Proposta curricular de Educação Física para as séries iniciais do ensino fundamental de Jaú (SP). Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material didático curricular - impresso. Coletivo de Professores. Jahu, 2016

McLAREN, P. Multiculturalismo crítico. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2000.

MOREIRA, A. F. B.; CANDAU, V. M. Educação escolar e cultura(s): construindo caminhos. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 23, p. 156-68, 2003.

NEIRA, M. G. Educação física cultural: inspiração e prática pedagógica. Jundiaí: Paco, 2018.

NEIRA, M. G. O currículo cultural da Educação Física: uma resposta aos dilemas da contemporaneidade. Revista Linhas, Florianópolis, v. 16, n. 31, p. 276-304, 2015.

NEIRA, M. G.; NUNES, M. L. F. Contribuições dos estudos culturais para o currículo da Educação Física. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Florianópolis, v. 33, p. 671-85, 2011.

OLIVEIRA JUNIOR, J. L.; NEIRA, M. G. Significações dos estudantes sobre o currículo cultural da Educação Física. Revista Brasileira de Ciência do Esporte, Porto Alegre, v. 42, e2037, 2020.

PAIXÃO, J. A.; RIBEIRO, C.Q. Prática docente frente às questões de gênero no cotidiano das aulas de educação física. Horizontes, Itatiba, v. 38, n. 1, e020014, 2020.

PARLEBAS, P. Léxico de praxiologia motriz: juegos, deportes y sociedades. Barcelona: Paidotribo, 2008.

RAMOS, G. N. S.; FERREIRA, L. A. Polibol: uma análise praxiológica inicial. In: CASTRO, F. T. (Org.). Polibol: do jogo ao esporte. Curitiba: CRV, 2021. p. 79-100.

SANTOMÉ, J. T. As culturas negadas e silenciadas no currículo. In: SILVA, T. T. da (Org.). Alienígenas na sala de aula: uma introdução aos estudos culturais em educação. Rio de Janeiro: Vozes, 2001.

SILVA, T. T. da. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução a pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

Downloads

Publicado

18-05-2021

Como Citar

FERNANDES GARCIA, L.; CORRÊA, E. A.; SOUTO RAMOS, G. N.; FERREIRA, L. A. Polibol na educação física: análise de uma experiência de ensino na escola. Caderno de Educação Física e Esporte, Marechal Cândido Rondon, v. 19, n. 2, p. 11–17, 2021. DOI: 10.36453/cefe.2021.n2.26997. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/cadernoedfisica/article/view/26997. Acesso em: 26 out. 2021.