A construção dos sentidos em anúncios publicitários: atividades de leitura realizadas com alunos de Pós-graduação Stricto Sensu

Autores

  • Eliza Adriana Sheuer Nantes
  • Maria Júlia Giraldes

Palavras-chave:

Ensino. Linguística Textual, Publicidade.

Resumo


O presente trabalho integra as atividades desenvolvidas pelo projeto de pesquisa “Gêneros discursivos: uma investigação das práticas de letramento e multiletramento na esfera escolar” e tem como recorte, nesta pesquisa, investigar a leitura dos alunos de pós-graduação stricto sensu acerca dos critérios de textualidade presentes nos anúncios publicitários. Para tanto, procedeu-se uma pesquisa qualitativa-interpretativa, por meio da qual aplicaram-se atividades teórico-práticas com textos pertencentes ao gênero publicitário. Epistemologicamente, ancoramos a leitura dos dados na Linguística Textual e na Semântica Argumentativa. Os resultados indicam a necessidade de um trabalho voltado para o multiletramento.

Referências

BAKHTIN, Mikhail Mikhailovich. Estética da criação verbal. 5. ed. Tradução do russo Paulo Azevedo Bezerra. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2010.

BEAUGRANDE, Robert Alain de; DRESSLER, Wolfgang Ulrich. Introduction to Text Linguistics. London: Longman, 1981.

BIOÉ PRODUTOS ORGÂNICOS. Coca-Cola Brasil lança campanha da PlantBottle. Curitiba, 2010. Disponível em: . Acesso em: 09 nov. 2015.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Parâmetros Curriculares Nacionais: 3º e 4º ciclos do ensino fundamental. Brasília: SEF, 1998.

CABRAL, Ana Lúcia Tinoco. A força das palavras: dizer e argumentar. São Paulo; Contexto, 2010. 157 p.

CARVALHO, Nelly Medeiros de. Publicidade: a linguagem da sedução. São Paulo: Ática, 1996. 175 p.

CAVALCANTE, Mônica Magalhães. Os Sentidos do Texto. São Paulo; Contexto, 2012. 173 p.

GASPARIN, João Luis. Uma didática para a pedadogia histórico-crítica. 4.ed. Campinas: Autores Associados, 2007.

KOCH, Ingedore Grunfeld Vilhaça. Introdução à linguística textual: trajetória e grandes temas. São Paulo: Martins Fontes, 2006. 190 p.

______. A Inter-ação pela linguagem. 11. ed. São Paulo: Contexto, 2012. 134 p.

______. Lingüistica Textual Hoje: questões e perspectivas. In: ENCONTRO NACIONAL DO GRUPO DE ESTUDOS DA LINGUAGEM DO CENTRO- OESTE: INTEGRAÇÃO, LINGUÍSTICA, ÉTNICA E SOCIAL, 2., 2003, Goiânia. Trabalhos apresentados... Brasília: Oficina Editorial do Instituto de Letras da UNB, 2004.

______. O Texto e a Construção de Sentidos. 9. ed. São Paulo: Contexto, 2008. 168 p.

______. TRAVAGLIA, Luiz Carlos. Texto e Coerência. 13. ed. São Paulo: Cortez, 2011. 110 p.

KÖCHE, Vanilda Salton; BOFF, Odete Maria Benetti; MARINELLO, Adiane Fogali. Leitura e produção textual: gêneros textuais do argumentar e expor. Petrópolis: Vozes, 2010. 127 p.

MARCUSCHI, Luiz Antonio. Produção Textual, Análise de Gêneros e Compreensão. São Paulo: Parábola Editorial, 2008. 296 p.

MONDADA, Lorenza; DUBOIS, Danièle. Construção dos objetos de discurso e categorização: uma abordagem dos processos de referenciação. In: CAVALCANTE, Mônica Magalhães; RODRIGUES, Bernadete Biasi Rodrigues; SILVA, Alena Ciula e (Orgs.). Referenciação. São Paulo: Contexto, 2003. Tradução do capítulo: Mônica Magalhães Cavalcante; revisão de Francisco Roterdan Fernandes Damasceno e Alena Ciulla e Silva. Cap. 1, p. 17- 52.

PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação. Diretrizes Curriculares da Educação Básica: Língua Portuguesa. Curitiba: SEED, 2008.

PROGRAMA ÁGUA BRASIL. Brasileiros preocupam-se mais com questões sociais, do que com o meio ambiente. [Brasília], 2012. Disponível em <http://professorvalnir.blogspot.com.br>. Acesso em: 09 nov. 2015.

SILVA, Anna Christina Bentes da; REZENDE, Renato Cabral. Texto: conceitos, questões e fronteiras [con] textuais. In: SIGNORINI, Inês (Org.) [Re]discutir texto, gênero e discurso. São Paulo: Parábola Editorial, 2008. 222 p.

Downloads

Publicado

15-06-2016

Como Citar

NANTES, E. A. S.; GIRALDES, M. J. A construção dos sentidos em anúncios publicitários: atividades de leitura realizadas com alunos de Pós-graduação Stricto Sensu. Travessias, Cascavel, v. 10, n. 1, p. 147–168, 2016. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/13682. Acesso em: 23 maio. 2022.

Edição

Seção

LINGUAGEM