A utilização de blocos educativos no ensino de planejamento e controle de produção

Autores

Palavras-chave:

Aprendizagem, blocos de montagem, ensino de engenharia, tecnologia.

Resumo


O presente artigo possui o objetivo de apresentar os resultados da aplicação de blocos de montagem em aulas da disciplina de Planejamento e Controle de Produção do curso de Engenharia de Produção e verificar se este recurso possibilita a dinamização das práticas em sala de aula e aprofunda os conceitos apresentados aos estudantes. Os alunos iniciam seus estudos com uma grande carga de conhecimentos tácitos e forte acesso a equipamentos tecnológicos, como telefones celulares, tablets, notebooks, que, normalmente são muito usados em sala de aula. O professor é desafiado a, de fronte de todos estes instrumentos, lecionar com criatividade, pois está concorrendo com estes, que normalmente são mais atrativos aos aprendizes. Este estudo foi realizado em duas classes da disciplina de Planejamento e Controle da Produção, do curso de Engenharia de Produção de uma IES pública no Oeste do Paraná. Para aplicar a pesquisa foi primeiramente apresentado o conteúdo de forma expositiva e aplicados exercícios de aprofundamento. A seguir, a classe foi dividida em dois grupos. Foi aplicada uma dinâmica para complementar o conteúdo estudado. Cada grupo iria atuar como o setor de produção de uma organização, distribuindo as funções para cada membro da equipe. Conclui-se que, a utilização de blocos de montagem em sala de aula tornou a disciplina mais atrativa aos estudantes e possibilitou ao professor interagir com mais intensidade com seus alunos.

Biografia do Autor

Edson Hermenegildo Pereira Júnior

Graduado em Engenharia Elétrica com habilitação em Produção - UFSC, Mestre em Engenharia de Produção - UTFPR e Chefe do DAPRO – Departamento de Administração e Engenharia de Produção da UTFPR – Universidade Tecnológica Federal do Paraná – Câmpus de Medianeira.

Neron Alípio Cortês Berghauser

Graduado em Administração – Unioeste, mestre em Engenharia de Produçãio – UFSC, professor no DAPRO - Departamento de Administração e Engenharia de Produção da UTFPR – Universidade Tecnológica Federal do Paraná – Câmpus de Medianeira.

Edward Seabra Júnior

Graduado em Engenharia de Produção – UTFPR, Mestre em Engenharia de Energia na Agricultura – Unioeste, professor substituto no DAPRO - Departamento de Administração e Engenharia de Produção da UTFPR – Universidade Tecnológica Federal do Paraná – Câmpus de Medianeira.

Cidmar Ortiz dos Santos

Graduação em Administração –FESP, Mestre em Engenharia de Produção –UTFPR, professor no DAPRO - Departamento de Administração e Engenharia de Produção da UTFPR – Universidade Tecnológica Federal do Paraná – Câmpus de Medianeira.

Referências

BAUER, Martin W.; GASKELL, George. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático.3. ed. Petrópolis: Vozes, 2004.

CARVALHO, Anne Rangel P. de. Atividade lúdica livre na Educação Infantil: Que brincadeira é essa? 46 f. Monografia (Licenciatura em Pedagogia) - Universidade de Brasília, Brasília, 2014. Disponível em <http://bdm.unb.br/handle/10483/10269>. Acesso em 18/11/2016.

CUNHA, Marcelo Machado; CUNHA, Simone Neves; DOMINGUES, Ana Sabrina de Oliveira Leme. Contribuição dos textos, imagens, recursos audiovisuais, mapas conceituais e jogos eletrônicos no processo de explicação de conteúdos. Encontro Internacional de Formação de Professores e Fórum Permanente de Inovação Educacional. v. 9, n. 1. 2016. Disponível em <https://eventos.set.edu.br/index.php/enfope/article/view/1921/686>. Acesso em 18/11/2016.

FAZENDA, Ivani Catarina A. (Org.). Metodologia da pesquisa educacional. 12. ed. São Paulo, SP: Cortez, 2010.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

LIBÂNEO, J. Carlos. Adeus professor, adeus professora?: Novas exigências educacionais e profissão docente. 12 ed. São Paulo: Editora Cortez, 2010.

MOREIRA, Marco Antônio. Teorias de aprendizagem. 2. ed. Ampliada. São Paulo: EPU, 2015.

MOLL, Jaqueline. Ciclos na escola, tempos na vida: criando possibilidades. Porto Alegre: Artmed, 2004. (Verificar como citar autores de livros coletânea).

OLIVEIRA, Maria Marly de. Como fazer pesquisa qualitativa. 6. ed. Petrópolis: Vozes, 2014.

POUPART, Jean; et. al. A pesquisa qualitativa: enfoques epistemológicos e metodológicos. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 2014.

SERRÃO, Maria I. Batista. Aprender a ensinar: a aprendizagem do ensino no curso de Pedagogia sob o enfoque histórico-cultural. São Paulo: Editora Cortez, 2006.

SILVEIRA, José de Anchieta. Construcionismo e inovação pedagógica: uma visão crítica das concepções de Papert sobre o uso da tecnologia computacional na aprendizagem da criança. Revista da Escola Superior da Magistratura do Estado do Ceará, Fortaleza, v. 10. 2012. Disponível em <http://revistathemis.tjce.jus.br/index.php/THEMIS/article/view/87>. Acesso em 18/11/2016.

SOUZA, Luciana Coutinho Pagliarini de.; CANIELLO, Angelica. O potencial significativo de games na educação: análise do Minecraft. Comunicação & Educação. Ano XX. v. 2. jul/dez 2015. Disponível em <http://www.revistas.usp.br/comueduc/article/viewFile/90018/103977>. Acesso em 18/11/2016.

SCHIMIGUEL, Juliano; OLIVEIRA, Leandro Palha de.; ROSETTI JÚNIOR, Hélio. Experiência do uso de Objetos de Aprendizagem no ensino de Matemática Financeira. Revista de Informática Aplicada. v 11, n. 1. 2015. Disponível em <http://ria.net.br/index.php/ria/article/view/138>. Acesso em 18/11/2016.

TEIXEIRA, Anabela; SILVA, Jorge Nuno. Histórias de jogos matemáticos: o caso do Metromachia, para o ensino da Geometria. HISTEMAT – Revista de História da Educação Matemática Sociedade Brasileira de História da Matemática. Ano 2, n. 2. 2016. Disponível em <http://histemat.com.br/index.php/HISTEMAT/article/view/91/61>. Acesso em 18/11/2016.

Downloads

Publicado

21-12-2017

Como Citar

JÚNIOR, E. H. P.; BERGHAUSER, N. A. C.; JÚNIOR, E. S.; DOS SANTOS, C. O. A utilização de blocos educativos no ensino de planejamento e controle de produção. Travessias, Cascavel, v. 11, n. 3, p. 345–359, 2017. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/17124. Acesso em: 28 jan. 2022.

Edição

Seção

EDUCAÇÃO