Pedra da memória - corporalidades em confluências transatlânticas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.48075/rt.v15i2.27780

Palavras-chave:

Intermidialidade, cinema, documentário, cultura.

Resumo


Este artigo propõe-se a realizar uma análise do documentário Pedra da Memória (2011), de Renata Amaral, utilizando proposições que observem as diferentes linguagens e diálogos culturais sintetizados na obra. Neste trabalho, transpomos nosso olhar ao viés intermidiático desta leitura fílmica. As narrativas presentes no filme são observadas enquanto formas de se visibilizar os trânsitos de uma memória corpo-ancestral que embarcou forçosamente em África, e que foram e são reproduzidas e mantidas nas casas de religião afro-brasileira em todo território nacional. Nesta oportunidade, conduzimos aproximações e conexões a partir da possibilidade e potencialidade que emerge dentro da construção artística fílmica, que expressa uma tendência e necessidade em convergir linguagens, como meio de aproximar e reformular narrativas históricas. Observam-se nesta leitura duas dimensões intermidiáticas da obra fílmica: uma que se direciona a pensar o uso de sobreposições de imagens, realizada através de uma combinação de mídias, e outra que se dedica a pensar o corpo como um veículo intermidiático, marcado pela perspectiva e pelo elo ancestral. Para realizar tal leitura, nos utilizamos, fundamentalmente, dos referenciais teóricos cunhados pela pesquisadora Irina Rajewsky (2005), no que tange à intermidialidade, e da historiadora brasileira Beatriz Nascimento (1989), no tocante à corporeidade afro-brasileira enquanto um veículo ancestral que comunica saberes.

Biografia do Autor

Rodrigo Birck Moreira, Universidade Federal da Integração Latino-americana

Mestre em Literatura Comparada pelo PPGLC - UNILA

Izabela Fernandes de Souza, Unioeste

Mestre Interdisciplinar em Estudos Latino-americanos (UNILA) Doutoranda do programa de Letras da Unioeste

Referências

ARAÚJO, Ana Lúcia. Caminhos atlânticos memória, patrimônio e representações da escravidão na Rota dos Escravos. Varia Historia, Belo Horizonte, v. 25, n. 41, p. 129-148, jan./jun. 2009.

BASTIDE, Roger. O Candomblé da Bahia: rito nagô. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1958.

COSTA, Alexandre. Reflexões sobre o transe ritualístico no candomblé. Ciencias Sociales y Religion / Ciências Sociais e Religião, Porto Alegre, n. 21, p. 72-87, jul./dez. 2014.

DA SILVA, Vagner Gonçalves. Artes do axé. O sagrado afro-brasileiro na obra de Carybé.

FERRETTI, Mundicarmo. Tambor de mina, cura e baião na casa Fanti-Ashanti/MA. São Luís: Governo do Estado do Maranhão, 1991.

FLORES, Elio Chaves. África e Sertão da Paraíba: Luanda, Aruanda. Cadernos Imbondeiro, João Pessoa, v. 4, n. 1, out. 2015.

FUREGATTI, Sylvia. Os monumentos temporários do artista Christo Javacheff. Visualidades, Goiânia v. 12, n. 1, p. 111-131, jan./jun. 2014.

GONDAR, Jô; DODEBEI, Vera. O que é memória social. Rio de Janeiro: Contra Capa Livraria LTDA., 2005.

LIMA, Vivaldo da Costa. O conceito de “nação” nos candomblés da Bahia. Afro-ásia, Salvador, n. 12, 1976.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da Percepção. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

MOREIRA, Rodrigo Birck. Concepção cinematográfica e identidade branca: o “ponto oculto” nos documentários Atlântico Negro, na rota dos Orixás (1997), e Pedra da Memória (2011). 2020. 228 f. Dissertação de Mestrado (Programa de Pós-Graduação em Literatura Comparada) - Universidade Federal da Integração Latino-Americana, Foz do Iguaçu, 2020.

RAJEWSKY, Irina O. Intermediality, Intertextuality, and Remediation: A Literary Perspective on Intermediality. Intermédialités, n. 6, 2005. p. 43-64.

RATTS, Alex. Eu sou atlântica: sobre a trajetória de vida de Beatriz Nascimento. São Paulo: Instituto Kuanza; Imprensa Oficial, 2006.

SILVA, Joyce Gonçalves da. Corporeidade e identidade, o corpo negro como espaço de significação. In: CONGRESSO INTERNACIONAL INTERDISCIPLINAR EM SOCIAIS E HUMANIDADES, 3., 2014, Salvador. Anais [...]. Salvador: UCSal, 2014. p. 263-275.

STAM, Robert. Multiculturalismo tropical: uma história comparativa da raça na cultura e no cinema brasileiro. São Paulo: Edusp, 2008.

Downloads

Publicado

31-08-2021

Como Citar

MOREIRA, R. B.; SOUZA, I. F. de. Pedra da memória - corporalidades em confluências transatlânticas. Travessias, Cascavel, v. 15, n. 2, p. 317–328, 2021. DOI: 10.48075/rt.v15i2.27780. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/27780. Acesso em: 6 dez. 2021.

Edição

Seção

DOSSIÊ TEMÁTICO: LITERATURA, CINEMA E INTERMIDIALIDADE: TEXTOS, CONTEXTOS E IMAGENS