AVALIAÇÃO SÉRICA DE PACUS SUBMETIDOS A DIETAS COM DIFERENTES NÍVEIS DE PROTEÍNA E ENERGIA CULTIVADOS EM TANQUES-REDE

Jackeline Marcante Dallagnol, Letícia Hayashi Higuchi, Marcia Luzia Ferrarezi Maluf, Aldi Feiden, Wilson Rogério Boscolo

Resumo


Este trabalho objetivou avaliar o efeito da suplementação dietária com diferentes níveis de proteínas e energia sobre parâmetros eritrocitários e bioquímicos do pacu (Piaractus mesopotamicus). Foram utilizados peixes com peso inicial médio de 293,38 ± 5,67 g, distribuídos em 18 tanques-rede de 5m3, em esquema fatorial 3 x 2 (PB x ED). Os peixes receberam rações com 25, 30 e 35% de PB e 3250 e 3500 kcal/kg de ED. O arraçoamento foi realizado quatro vezes ao dia, durante 154 dias. Ao final do período experimental, os peixes foram mantidos em jejum durante 24h e coletadas amostras sanguíneas de 15 peixes de cada tratamento. Através da avaliação das características sanguíneas dos peixes obteve-se as médias da contagem de eritrócitos 1,98 a 2,14(x106/µL), dosagem de hemoglobina 10,73 a 13,22(g/dL), determinação do hematócrito 41,62 a 45, (CHCM) 25,69 a 31,21(g/dL), (VCM) 213,02 a 228,39(µm³), (HCM) 55,15 a 67,46(µµg), glicose 93,93 a 98,47(mg/dL),  triglicerídeos 220,60 a 237,46(mg/dL), proteínas totais 5,16 a 6,19(mg/ml) e albumina 2,06 a 2,79(g/dL). Não houve diferença significativa entre os tratamentos para os parâmetros eritrocitários, já entre os parâmetros bioquímicos, houve diferença estatística na concentração de proteína sérica, no entanto os valores permanecem dentro da normalidade encontrada para esta espécie.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.48075/actaiguaz.v3i2.10540

Direitos autorais



Revista Acta Iguazu


ISSN 2316-4093 (versão eletrônica)

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Campus de Cascavel
Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Energia na Agricultura

Rua Universitária, 1619 - Jardim Universitário
Cascavel – Paraná - CEP: 85819-110
E-mail: revista.actaiguazu@unioeste.br