ADAPTAÇÃO DAS PLANTAS AO DÉFICIT HÍDRICO

Autores

  • Leandro Bianchi
  • Gabriel Henrique Germino
  • Marcelo de Almeida Silva

DOI:

https://doi.org/10.48075/actaiguaz.v5i4.16006

Resumo


Ao longo dos tempos, o planeta Terra sofreu diversas mudanças tanto em aspectos climáticos, como nas populações que o habitam. Essas modificações, fizeram com que o reino vegetal se adaptasse ao decorrer dos anos, e consequentemente estabelecer plantas capazes de sobreviver as condições atuais do planeta. A demanda por alimentos vem aumentando a cada ano, sendo necessário que plantas agrícolas aptas as diversidades abióticas e bióticas continuem produzindo e ainda através do melhoramento genético consigam elevar sua produtividade em função do aumento da população mundial. Previsões indicam que com o aumento do efeito estufa, ocorrerá um acréscimo de até 5,8º C na temperatura da Terra, gerando períodos de intensa seca e inundação. Existem diversos tipos de estresse que as plantas podem sofrer, um deles é o hídrico, tanto por falta ou excesso de água, compreender como as plantas se adaptam ao déficit hídrico e os mecanismos de adaptação que elas utilizam para superar esses períodos é fundamental para desenvolver tecnologias e melhorar ainda mais a capacidade de superação ao déficit hídrico.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

BIANCHI, L.; GERMINO, G. H.; DE ALMEIDA SILVA, M. ADAPTAÇÃO DAS PLANTAS AO DÉFICIT HÍDRICO. Acta Iguazu, [S. l.], v. 5, n. 4, p. 15–32, 2000. DOI: 10.48075/actaiguaz.v5i4.16006. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/actaiguazu/article/view/16006. Acesso em: 17 out. 2021.

Edição

Seção

ARTIGOS CIENTÍFICOS